Futebol - ( )

Cobertura de Itaquera não terá vidro na Copa porque era verde, diz Andrés

Marcos Guedes São Paulo (SP)

A faixa de vidro prevista no projeto da cobertura do estádio do Corinthians não será colocada antes da Copa do Mundo. A explicação de Andrés Sanchez, o responsável do clube pela construção, é que o material inicialmente exibido adotava uma coloração verde, algo inconcebível pela rivalidade com o alviverde Palmeiras.

“É uma discussão que eu tive com o arquiteto (Anibal Coutinho). Ele queria pôr o vidro, fomos convencidos pelo arquiteto, só que fica um tom meio verde”, afirmou o ex-presidente, citando na sequência a dificuldade para encontrar um material que não provocasse a confusão cromática indesejada.

“O país está crescendo. A economia está tão boa que não tem esse tipo de vidro no Brasil. Não vai dar. Encomendamos, vai vir, mas, para a Copa, não vai dar”, acrescentou Andrés, pré-candidato a deputado federal pelo Partido dos Trabalhadores (PT).

Djalma Vassão/Gazeta Press
O estádio será entregue à Fifa na terça-feira, com muitos ajustes ainda a ser realizados
No espaço onde posteriormente serão colocadas as faixas de vidro, aparecerão as estruturas metálicas da cobertura. E o problema está longe de ser o que mais preocupa a menos de um mês da abertura do Mundial, que será realizada na arena da zona leste de São Paulo.

O estádio será oficialmente entregue à Fifa na próxima terça, ainda com muitos ajustes a ser feitos. As arquibancadas móveis atrás dos gols, que estão passando por testes de carga e de balanço, só serão efetivamente utilizadas em 12 de junho. O centro de imprensa também não está pronto, sem falar no acabamento.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade