Futebol/Campeonato Brasileiro Série A - ( - Atualizado )

Com dois de Barcos, Grêmio vence e mantém drama da Chape

Chapecó (SC)

Não foi desta vez que a Chapecoense venceu sua primeira partida no Campeonato Brasileiro da Série A. Neste domingo, o Verdão do Oeste recebeu o Grêmio e acabou derrotado por 2 a 1. Os gols do triunfo tricolor foram anotados pelo centroavante argentino Barcos, um em cada etapa. Tiago Luís descontou para o Furacão, nos acréscimos do segundo tempo.

Com o resultado negativo, a equipe de Chapecó segue sem triunfar na elite nacional, com apenas um ponto, oriundo do empate com o Coritiba na primeira rodada. Por sua vez, o Tricolor imortal chega aos sete pontos e segue de olho em uma vaga no grupo classificatório para a Copa Libertadores da América.

O próximo compromisso do clube catarinense será no dia 18 de maio, domingo, às 16 horas (de Brasília), diante do Atlético-PR. O duelo está marcado para o estádio Willie Davids, em Maringá-PR. Por sua vez, o clube de Porto Alegre volta a campo no mesmo dia e horário, diante do Fluminense, na Arena Grêmio.

O jogo – Em busca de seu primeiro gol na Arena Condá, a Chapecoense apresentou uma postura distinta dos outros compromissos. Sem abrir mão da forte marcação, a equipe de Gilmar Dal Pozzo criou boas chances, alternando entre a rapidez das pontas e o auxílio do trio de volantes a Régis no setor de articulação. A primeira oportunidade veio com o centroavante Leandro Banana, logo aos três minutos, que recebeu com liberdade na área e finalizou à esquerda da trave.

Aos 14 minutos, o zagueiro Neuton, improvisado na lateral esquerda, escapou pelo meio-campo e encontrou Ricardo Conceição na área. O volante dominou e tirou a bola da marcação, mas parou em grande defesa de Marcelo Grohe. Na investida seguinte, o goleiro tricolor voltou a trabalhar. Ednei disparou pela direita e chutou rasteiro. A conclusão serviu como um passe para Leandro Banana, que girou sobre a marcação e chutou, parando em nova intervenção do gremista.

A partir dos 22 minutos, o Grêmio, então pressionado, passou a tomar controle do jogo e criar boas oportunidades. Com 25 jogados, Barcos acionou Dudu com um belo passe de calcanhar, mas viu o camisa 7 parar em boa defesa de Danilo, que colocou a bola em escanteio. Dois minutos mais tarde, Rodriguinho desarmou Régis e serviu Alan Ruíz, mas o argentino finalizou no meio do gol e facilitou a defesa do arqueiro mandante.

Quando o relógio apontou a marca dos 31, o Tricolor de Porto Alegre fez valer a pressão e inaugurou o marcador. Em cobrança de escanteio efetuada por Rodriguinho, Alan Ruíz escorou de cabeça e Barcos completou de perna direita para vencer Danilo. O gol abateu os mandantes, que quase sofreram o segundo tento. Aos 43 minutos, o Pirata foi acionado na ponta direita e concluiu de pé direito, mas viu a bola, desviada por Rafael Lima, passar rente à trave catarinense.

Divulgação
Autor de dois gols no jogo, Barcos foi o destaque do Grêmio na vitória diante da Chape (Foto: Diego Carvalho/Aguante Comunicação)

Na segunda etapa, a Chapecoense voltou disposta a empatar o jogo e levou perigo à meta gaúcha. Logo aos dois minutos, em cobrança de falta, Régis alçou a bola na área e viu André Paulino cabecear na trave esquerda de Marcelo Grohe. No ataque seguinte, aproveitando escanteio cobrado na direita, Rafael Lima subiu com liberdade, mas testou por cima do gol.

Com 12 jogados, o Grêmio respondeu com um agudo contragolpe. Barcos escapou pela ponta esquerda e ficou cara a cara com André Paulino na área. O Pirata conseguiu o corte no zagueiro e finalizou, mas parou em boa defesa de Danilo. Dois minutos mais tarde, o centroavante Alemão, que entrou no lugar de Abuda, quase empatou o duelo, em cobrança de falta colocada. A bola passou rente ao ângulo direito de Marcelo Grohe.

Aos 14 minutos, em cobrança de falta, Alemão concluiu colocado e mandou a bola rente ao ângulo direito de Marcelo Grohe. Porém, com 20 jogados, a Chapecoense levou um duro golpe. Em contragolpe rápido, Luan encontrou Dudu na área e viu o camisa 7 servir Barcos. Com calma, o Pirata dominou e finalizou rasteiro, no canto direito de Danilo. Na comemoração, o argentino levou as mãos aos ouvidos, provocando a torcida mandante, e criou uma confusão em campo. O gesto rendeu um cartão amarelo para o argentino.

Nos acréscimos, a Chape descontou e marcou seu primeiro tento na Arena Condá. Alemão recebeu na ponta direita e concluiu cruzado. Marcelo Grohe espalmou para o meio da área e Tiago Luís, livre de marcação, só teve o trabalho de empurrar para o gol vazio.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade