Futebol/ Braisleiro Série A - ( - Atualizado )

Com dúvida no meio, Jayme tem time quase pronto para o Fla-Flu

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

Ao contrário do que se viu na atividade de quarta-feira, quando o técnico Jayme de Almeida fez mistério sobre os onze que irão para o duelo diante do Fluminense no próximo domingo, o treino desta quinta mostrou ao menos a disposição tática que pretende usar no clássico. O Rubro-Negro jogará no tradicional 4-4-2, porém há ainda uma dúvida sobre o quarto integrante do meio-de-campo.

Na quarta-feira, o treinador escalou o time titular com dez jogadores, deixando uma vaga em aberto no meio ou no ataque. Já no treino desta manhã, o time foi completo, com o volante Luiz Antonio, que na véspera tinha trabalhado entre os reservas, voltando a condição de titular. O meia argentino Lucas Mugni, que foi bem contra o Palmeiras, deve herdar uma vaga e o companheiro de posição Everton ainda se recupera de dores na coxa direita.

Sendo assim, caso Everton não se recupere a tempo, o meio-de-campo do Mengão deve ser formado por Márcio Araújo, Cáceres, Mugni e Luiz Antonio. Os demais setores estão definidos. No ataque, Paulinho e Alcsandro permanecem entre os titulares, uma vez que Hernane continua se recuperando de uma lesão nas costas. Na defesa, o lateral direito Leonardo Moura, que cumpriu suspensão diante do Palmeiras, reaparece. Diante do Verdão, Luiz Antonio atuou de forma improvisada, já que o reserva imediato Leo, que se submeteu a uma cirurgia no tendão do tornozelo direito só volta depois da Copa. Já o zagueiro Chicão, com lesão na coxa direita, permanece de fora.

Com essa dúvida no meio-de-campo, o esboço de time do Flamengo para o duelo contra o Fluminense tem: Felipe, Leonardo Moura, Wallace, Samir e André Santos; Víctor Cáceres, Luiz Antonio (Everton), Márcio Araújo e Lucas Mugni; Paulinho e Alecsandro. Nesta sexta-feira o elenco volta a treinar na parte da manhã e pode ficar ainda mais claro o plano de Jayme.

O Fla-Flu acontecerá no domingo, às 16 horas ,no Maracanã. O time da Gávea é o nono colocado, com quatro pontos, enquanto a equipe das Laranjeiras está na quarta posição, com seis pontos.

Divulgação/Flamengo
Única dúvida na cabeça de Jayme de Almeida é o setor de meio-de-campo. Formação final dependerá da reabilitação do meia Everton

REFORÇOS:

As constantes alterações na escalação do Flamengo são provas de que Jayme de Almeida ainda não encontrou seu time ideal e muito se deve a necessidade de se contratar reforços, principalmente um jogador que tenha condições de assumir de vez a camisa 10, fazendo a ligação entre o meio-de-campo e o ataque. Com a saída de Carlos Eduardo, que não terá seu contrato renovado, abre-se uma brecha na folha salarial para suprir a necessidade de um setor que perdeu ainda Elias, que foi para o Corinthians.

Jayme já pediu aos dirigentes a chegada de um jogador para esta função, mas a diretoria, sem opções no Brasil, está esperando a abertura da janela de transferências internacionais. Pesa contra o clube, porém, a falta de uma verba para investimentos no setor e também as poucas opções de qualidade disponíveis no mercado para a camisa 10.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade