Futebol/Mercado - ( )

Com Gareca, argentinos Tobio, Pratto e Milito são cotados no Verdão

São Paulo (SP)

Diante da previsível dificuldade de comunicação e adaptação ao futebol brasileiro, Ricardo Gareca comentou sobre argentinos que poderiam chegar e lhe ajudar no Palmeiras. Estão cotados o atacante Lucas Pratto, que já despertava interesse, e o zagueiro Fernando Tobio, que trabalharam com o técnico no Vélez Sarsfield, e existem rumores sobre o centroavante Diego Milito, que acaba de deixar a Inter de Milão, da Itália.

Do trio, a contratação mais provável é Tobio. O contrato do zagueiro com o Vélez acaba em julho e, portanto, ele está livre para chegar precisando, apenas, acertar seus salários, sem gerar custos ao clube. Mas o Verdão teria que enfrentar a concorrência de equipes europeias que já o sondaram. Benfica, de Portugal, e Sevilla, da Espanha, estariam entre elas.

Tobio seria uma aposta de venda para o Velho Continente. É um jogador de 24 anos formado nas categorias de base do Vélez Sarsfield, sendo um dos frutos do trabalho de Gareca para aproveitar as revelações do clube. Promovido a profissional em 2008, chegou a jogar pela seleção argentina sub-20 e treinar com a seleção principal.

Pratto, por sua vez, é uma aposta mais cara. O atacante chegou a ser solicitado por Gilson Kleina e aceita um contrato por produtividade. O clube argentino topa liberá-lo pelo mesmo valor que seria gasto para manter Alan Kardec: 4,5 milhões de euros. Os dirigentes do Vélez já avisaram que não estão dispostos a reduzir a quantia.

AFP
Lucas Pratto já tinha sido solicitado por Gilson Kleina e aceita assinar um contrato por produtividade
Já Diego Milito é um rumor surgido na Argentina. O centroavante, herói da Inter de Milão na final da Liga dos Campeões em 2010, se despediu do clube italiano e está nos planos do Racing. O clube, contudo, teme perder o jogador para o Palmeiras, assim como ocorreu com Ricardo Gareca, mas o salário que o atacante pedir para jogar no Brasil pode atrapalhar qualquer intenção do Verdão.

De qualquer forma, um atacante deve chegar, e Henrique, artilheiro do time com quatro gols em cinco jogos, já está preparado. “Assim como fui bem recebido, o Pratto e qualquer um que chegar também será. É necessário se qualificar para o Brasileiro e, quem vier, será para ajudar e procurar seu espaço. O Palmeiras só tem a ganhar”, discursou o camisa 19.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade