Futebol/Campeonato Italiano - ( - Atualizado )

Com homenagem a Tévez, Juve goleia e levanta taça com 102 pontos

Turim (Itália)

Era dia de festa e os jogadores da Juventus não decepcionaram. Antes de levantar a taça de tricampeã do Campeonato Italiano, a Velha Senhora tinha o Cagliari pela frente em Turim. Antes da bola rolar, homenagem ao jogador do ano: o argentino Carlitos Tévez, que está fora da Copa do Mundo. Durante os 90 minutos, domínio absoluto dos donos da casa, que encerram a disputa nacional com uma vitória fácil por 3 a 0. Pirlo, em apresentação irretocável, Llorente, que pode acabar assumindo a vaga de Diego Costa na seleção espanhola, e Marchisio, importantíssimo para a Itália, foram os responsáveis pelos golaços.

O resultado fez a Juventus chegar à incrível marca de 102 pontos ganhos, recorde absoluto na Itália. Foram 33 vitórias, três empates e apenas duas derrotas durante o Campeonato Italiano. Do outro lado, o Cagliari encerra sua participação na modesta 15ª colocação. A partida contou com as súplicas da torcida pela permanência do técnico Antonio Conte no comando alvinegro. A diretoria ainda não informou quais são os planos para a próxima temporada. No que depender dos fanáticos, o elenco se manterá praticamente intacto.

O jogo – Logo no primeiro minuto, a Juventus chegou ao campo de ataque e conseguiu o primeiro cruzamento. Com uma falha da defesa, Llorente quase conseguiu uma bela finalização de dentro da pequena área, mas, graças ao trabalho de outro zagueiro, a bola foi chutada para longe. O Cagliari respondeu logo em seguida, com belo chute de Ibarbo. Atento, Buffon, que está prestes a disputar sua quinta Copa do Mundo, impediu que a bola entrasse, fazendo uma defesa pontual. Na jogada seguinte, Pirlo conseguiu finalizar, mas mandou a redonda por cima do gol.

AFP
Em dia de festa no Juventus Stadium, torcida pôde comemorar terceiro título da Juventus no Campeonato Italiano(Foto: Marco Bertorello)

Se na primeira tentativa ele não conseguiu marcar, na segunda não desperdiçou. O maestro da Juve abriu o placar aos oito minutos. Em cobrança de falta de fora da área, Pirlo chutou forte e Silvestri defendeu, mas a bola bateu em suas costas e morreu no fundo das redes. Primeiro gol da Velha Senhora no jogo.

Aos 14, o espanhol Fernando Llorente conseguiu ampliar a vantagem na festa da campeã Juventus. Após cobrança de escanteio, a zaga, novamente, bobeou e o atacante viu a bola sobrar. Sem hesitar ele dominou e chutou forte de dentro da pequena área, fazendo a alegria da torcida presente no Juventus Stadium.

Não era só Pirlo que estava inspirado. Aos 22 minutos, o Cagliari voltou a incomodar os donos da casa e, em chance ímpar, Dessena se viu cara a cara com o goleiro Buffon, que fez uma defesa excepcional em chute a queima roupa.

AFP
Pirlo abriu a contagem, levando os fanáticos ao delírio com um golaço de falta ainda no primeiro tempo (Foto: Marco Bertorello)

Dando sequência ao show da Juventus, aos 39 minutos foi a vez de Marchisio brilhar. O camisa 8 recebeu na área, dominou, girou com a bola no ar e soltou uma bomba, sem dar qualquer chance ao goleiro adversário. Assim, os donos da casa foram para o intervalo com a vitória praticamente certa. Asamoah ainda tentou ampliar com chute de fora da área, mas Silvestri fez a defesa.

No segundo tempo, mais calma e menos ofensiva, a Juventus encontrou algumas possibilidades de ampliar a vantagem, mas não o fez. Com Llorente e Pirlo sendo ovacionados pela torcida ao serem substituídos, a Velha Senhora fez como no restante da temporada: não marcou mais que três gols, mas não deixou dúvidas quanto aos méritos de sua vitória.

AFP
Llorente, candidato a ficar com a vaga de Diego Costa caso ele não se recupere de lesão, também deixou o seu (Foto: Marco Bertorello)

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade