Futebol/Campeonato Copa Libertadores da América - ( - Atualizado )

Com maioria argentina nas quartas, Lanús luta por vaga na semi em casa

Lanús (Argentina)

Com três representantes nas oitavas de final da Libertadores da América, a Argentina é o pais com mais chances de chegar à grande semifinal da competição internacional. Para confirmar a vantagem conquistada pelos compatriotas de Lionel Messi, o Lanús mede forças com o Bolívar, nesta quinta-feira, às 19h30 (de Brasília), no La Fortaleza.

Nas quartas de final da Libertadores pela primeira vez, os donos da casa querem continuar fazendo história, chegando até a semifinal e, quem sabe, até a grande decisão. Bagagem não falta ao atual campeão da Copa Sul-americana. “Sabemos que é difícil ganhar, ninguém vai nos presentear com isso, mas temos que ir passo a passo. Estamos a seis jogos de conseguir alguma coisa”, disse o lateral esquerdo Velázquez.

O técnico Guilhermo Barros Schelotto fará três mudanças em sua equipe: Velázquez no lugar de Pasquini na lateral esquerda, González entrará no lugar de Valdez Chamorro no meio e Benítez ficará com a vaga de Ale Silva.

Do outro lado, os bolivianos apostam no excelente retrospecto como visitantes. Na primeira fase, uma vitória, um empate e uma derrota fora de casa. Nas oitavas de final, o Bolívar eliminou o Léon por ter marcado mais gols como visitante.

No outro confronto desta quinta-feira das quartas de final da Libertadores da América, o Nacional de Medellín vai receber o Defensor, às 22 horas (de Brasília), no Atanasio Girardot. O time da casa foi o responsável por eliminar o Atlético-MG na fase anterior, deixando a competição com apenas um brasileiro, o Cruzeiro.

Divulgação
Lanús é mais um dos representantes da Argentina nesta Copa Libertadores da América (Foto: Lanús/Site Oficial)

Os primeiros dez concentrados do técnico Juan Carlos Osorio são: Franco Armani, Diego Peralta, Juan David Valencia, Daniel Bocanegra, Alexander Mejía, Alejandro Bernal, Sherman Cárdenas, Edwin Cardona, Juan Pablo Ángel e Jefferson Duque.

Já o Defensor chega para o confronto após eliminar o The Strongest nos pênaltis, após uma vitória por 2 a 0 para cada lado. Confiantes, os uruguaios viajaram com 20 jogadores para o confronto, sem nenhum desfalque importante.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade