Futebol/Copa do Brasil - ( )

Contra vexame e crise, São Paulo tenta eliminar CRB no Pacaembu

Tossiro Neto São Paulo (SP)

Ainda sem o Morumbi, alugado para a realização de dois shows no fim de semana, o São Paulo põe seu primeiro semestre em jogo nesta quarta-feira, a partir das 22 horas (de Brasília). Após ter perdido a partida de ida por 2 a 1, em Maceió, o time de Muricy Ramalho recebe o CRB precisando vencer para avançar à terceira fase da Copa do Brasil e não instalar uma crise, que parece se aproximar.

No sábado, em duelo contra o Coritiba, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro, o treinador são-paulino deixou no banco os dois meias que vinham sendo titulares para retomar um esquema com três atacantes e um falso armador. Paulo Henrique Ganso, um dos dois jogadores relegados à reserva, entrou no segundo tempo do empate por 2 a 2 e saiu de campo claramente descontente, questionando o esquema. Muricy rebateu e avisou que, quando ele voltasse à equipe, teria que jogar bem.

Com um princípio de conflito interno e ainda sem uma formação definida, já no quinto mês do ano, o São Paulo precisará vencer por 1 a 0 ou por dois gols de diferença, caso também seja vazado, uma vez que o gol marcado como visitante é critério de desempate no torneio mata-mata. Além disso, será obrigado a mexer na defesa, tendo em conta que o zagueiro Rodrigo Caio foi expulso no confronto de ida, em Maceió - um dos motivos, na opinião dos são-paulinos, que resultaram no revés de virada, depois de Ademilson ter aberto o placar.

Rubens Chiri/www.saopaulofc.net
Rodrigo Caio foi expulso no começo do segundo tempo e deixou o São Paulo com um a menos
Nos dois dias de trabalho da semana, Muricy não desfez as dúvidas do time. Como não tem também Paulo Miranda, lesionado, a disputa por uma vaga ao lado de Antônio Carlos na zaga se resume a Edson Silva e Lucas Silva. O primeiro leva vantagem por ser mais experiente, mas o garoto de 18 anos foi bastante elogiado na semana passada, quando o técnico avisou que, apesar de buscar reforços para o setor, confia nele até a paralisação do calendário devido à Copa do Mundo.

As únicas certezas no sistema ofensivo são três: Alexandre Pato, Osvaldo e Luis Fabiano ensaiaram pênaltis (tipo de disputa que pode definir a vaga caso o São Paulo devolva o placar da ida) ao lado de outros quatro titulares. Já Pabon, que tomou a vaga de Ganso no último sábado, e o próprio Ganso participaram de trabalho com os suplentes.

O CRB, que teve uma boa atuação há duas semanas, na partida em Maceió, reencontra o São Paulo em momento diferente. Naquela época, o time treinado por Eduardo Souza estava recém-classificado para a decisão alagoana e às vésperas da estreia na Série C do Campeonato Brasileiro. Agora, vem de um vice-campeonato estadual e de um empate sem gol como mandante, contra o Paysandu, na terceira divisão nacional.

O único desfalque em relação ao primeiro duelo, no entanto, é Paulo Sérgio, lateral direito conhecido no futebol paulista principalmente por ter defendido o Palmeiras. Já Diego Rosa, destaque da vitória por 2 a 1 sobre o São Paulo (cavou os dois cartões amarelos de Rodrigo Caio, sofreu o pênalti convertido por Tozin e anotou o segundo gol), está confirmado na delegação. O atacante recentemente perdeu o filho recém-nascido, mas tem recebido o apoio do elenco regatiano.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO X CRB-AL

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 7 de maio de 2014, quarta-feira
Horário: 22 horas (de Brasília)
Árbitro: Ronan Marques da Rosa (SC)
Assistentes: Fernanda Colombo Uliana (Fifa-SC) e Helton Nunes (SC)

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Luis Ricardo, Edson Silva (Lucas Silva), Antônio Carlos e Álvaro Pereira; Souza, Maicon e Alexandre Pato; Pabon (Ganso), Osvaldo (Ademilson) e Luis Fabiano
Técnico: Muricy Ramalho

CRB: Júlio César; Diego Aragão, Marcus Vinícius, Gabriel e João Vítor; Olívio, Audálio, Johnnattan e Diego Rosa; Geovani e Tozin
Técnico: Eduardo Souza

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade