Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Corinthians tenta esquecer decepção para bater Atlético-PR no Canindé

Marcos Guedes e Luiz Felipe Fagundes São Paulo (SP)

Sem a estreia que gostaria em sua nova casa, o Corinthians quer deixar para trás a derrota por 1 a 0 para o Figueirense e se recuperar no Campeonato Brasileiro. Derrotado em Itaquera, o time de Mano Menezes espera um resultado melhor no Canindé, a partir das 22h (de Brasília) de quarta-feira, contra o Atlético-PR.

O confronto acontece uma semana após um amistoso entre as duas equipes, parte da programação da reinauguração de outro estádio, a Arena da Baixada. A equipe alvinegra levou a melhor por 2 a 1, mas a situação promete ser bem diferente no embate valendo três pontos.

O Atlético-PR não tem nem o mesmo técnico. Após a derrota no amistoso e o empate em casa com a Chapecoense, Miguel Ángel Portugal satisfez a vontade de boa parte da torcida e pediu demissão. O auxiliar Leandro Ávila será o comandante na sexta rodada do Nacional.

O fato de o jogo ser em São Paulo também muda bastante as coisas. Como mostrou contra o Figueirense, o Corinthians tem enorme dificuldade quando tem a responsabilidade de tomar a iniciativa da partida, algo admitido por Mano Menezes. Na Arena da Baixada, foi o Atlético que partiu para cima.

Divulgação/Agência Corinthians
Guerrero é, ao que tudo indica, o único atacante do Corinthians escalado (foto: Daniel Augusto Jr.)
“Tínhamos muito mais espaço lá. Eles tomaram a iniciativa, jogaram com a empolgação da torcida na casa reinaugurada e nos dominaram nos primeiros minutos. Quiseram atacar, jogar mais, e isso deu um pouco mais de espaço para nossos meias. Jogadores de qualidade gostam desses espaços”, disse o treinador alvinegro.

Esse espaço dificilmente estará à disposição na noite de quarta, e o time do Parque São Jorge – oitavo colocado, mas só três pontos atrás do líder no início da rodada – terá de se virar. Para melhorar a criação, a escalação deverá ter três meias - Petros, Renato Augusto e Jadson -, com Guerrero à frente.

No Atlético-PR, que conseguiu só cinco pontos em cinco jogos e está perto da zona de rebaixamento, existe a necessidade de deixar São Paulo com ao menos mais um pontinho. Sem tempo para grandes ajustes, Leandro tem boa chance de repetir a formação que empatou com a Chapecoense.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS X ATLÉTICO-PR

Local: estádio do Canindé, em São Paulo (SP)
Data: 21 de maio de 2014, quarta-feira
Horário: 22h (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes: Dibert Pedrosa Moisés (RJ) e Luiz Cláudio Regazone (RJ)

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Cleber, Gil e Fábio Santos; Ralf e Bruno Henrique; Petros, Renato Augusto e Jadson; Guerrero
Técnico: Mano Menezes

ATLÉTICO-PR: Weverton; Suéliton, Cleberson, Léo Pereira e Lucas Olaza; Deivid, Natanael, Paulinho Dias e Marcos Guilherme; Marcelo e Éderson
Técnico: Leandro Ávila

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade