Futebol/Brasileiro Série B - ( )

De volta aos Aflitos, Náutico recebe Avaí para se aproximar do G-4

Recife (PE)

O Náutico revive sua história nesta terça-feira. Como a Arena Pernambuco já está sob administração da Fifa para a realização da Copa do Mundo, o Timbu volta a jogar em sua verdadeira casa: o Estádio dos Aflitos. O adversário é o Avaí e a partida vale pela oitava rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Na 11ª colocação da segunda divisão nacional, o Alvirrubro vem de derrota para o Paraná Clube e tenta se recuperar com o apoio de seu torcedor. A esperança pela terceira vitória na Série B tem muito a ver com a possível volta de Careca ao time titular. O atacante tem lutado contra uma tendinite no pé direito e retornar nesta terça-feira.

Careca entrou em campo apenas duas vezes nas rodadas anteriores, mas criou expectativa de evolução do setor ofensivo timbu com sua presença. Ele anotou dois gols contra o Vila Nova, na primeira rodada, e deu assistência para Vinicius virar o jogo contra a Portuguesa. Coincidentemente ou não, foram os dois únicos triunfos do Náutico na competição.

Divulgação/Avaí
Raul Cabral assume o Avaí enquanto dirigentes buscam outro treinador no mercado
“Estamos tentando descobrir uma forma para diminuir a dor. Como jogadores, sempre sentimos algum incômodo, então bastaria aliviar um pouco para eu ter condição de jogar”, explica o atacante, esperançoso para conhecer o tradicional estádio alvirrubro. “Não tive a oportunidade de jogar nos Aflitos. Mas o pessoal comenta bastante que a torcida comparece em peso. Isso é muito importante para a gente”.

O retorno ao solo sagrado dos Aflitos acontece praticamente um ano depois de o Timbu passar a mandar seus jogos exclusivamente na Arena Pernambuco. O Náutico não usa seu estádio anterior desde o empate em 2 a 2 com a Portuguesa, na terceira rodada do Campeonato Brasileiro do ano passado. De lá para cá, jogando no palco pernambucano que receberá a Copa do Mundo, o time acabou rebaixado à segunda divisão.

Pelo lado visitante, o Avaí está alheio à festa adversária, mas não vê com maus olhos a realização da partida nos Aflitos. No estádio rival, o time catarinense disputou quatro partidas contra os anfitriões e venceu duas. O último confronto no estádio foi em dezembro de 2009 e a equipe azurra triunfou por 1 a 0.

Divulgação/Avaí
Torcida alvirrubra deve comparecer em peso ao reencontro do Náutico com o Estádio dos Aflitos
Na classificação da Série B, o Avaí ocupa a desconfortável 17ª colocação com sete pontos conquistados. O clube vive dias de incertezas após a demissão do técnico Pingo no último domingo. A equipe será comandada por Raul Cabral, que assume o cargo de forma interina enquanto a diretoria avaiana não contrata o quarto técnico da temporada.

A escalação azurra é uma incógnita na Ressacada, já que o elenco não treinou nesta segunda-feira devido ao desgaste dos jogadores. Certo é que o meio-campista Marquinhos e o atacante Roberto serão desfalques. No mais, o agora técnico Raul Cabral faz mistério, mas a tendência é que mantenha a espinha dorsal com a qual Pingo vinha trabalhando nas últimas rodadas.

Arte GE.Net
FICHA TÉCNICA
NÁUTICO X AVAÍ

Local: Estádio dos Aflitos, no Recife (PE)
Data: 27 de maio de 2014, terça-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Paulo Sergio Santos Moreira (MA)
Assistentes: Sandro do Nascimento Medeiros e Cicero Romao Batista Silva (ambos do MA)

NÁUTICO: Alessandro; Rafael Cruz, Leonardo Luiz, William Alves (Flávio) e Raí; Dê, Elicarlos, Marcos Vinícius, Vinícius e Leleu; Geovane (Careca)
Técnico: Sidney Moraes

AVAÍ: Vagner, Eduardo Neto (Eltinho), Pablo, Antônio Carlos e Bocão; Eduardo Costa, Tinga, Cléber Santana e Diego Jardel (Julio Cesar); Anderson Lopes e Paulo Sérgio
Técnico: Raul Cabral

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade