Futebol/Campeonato Brasileiro Série A - ( - Atualizado )

Decisivo, jovem Pará dedica primeiro gol como profissional à mãe

Salvador (BA)

O gol do ex-centroavante tricolor Souza, marcado aos 39 minutos do primeiro tempo, encerrava momentaneamente um incômodo jejum do Vitória. Desde que Ney Franco chegou ao clube, o Leão da Barra jamais superou o rival Bahia. Porém, nos acréscimos da segunda etapa, o jovem lateral Pará empatou o duelo, na base da insistência, e manteve o mau retrospecto do comandante, que agora dura sete jogos.

Visivelmente emocionado após a partida, Pará fez valer a data simbólica deste domingo para dedicar o primeiro gol como profissional à sua mãe: “Esse gol vai para ela, que com certeza deve estar muito contente ao lado da minha família. Eu só tenho a agradecer o apoio que eles deram a mim nesta caminhada dentro de futebol. Estou sem palavras”, disse aos prantos.

Divulgação
O novato Pará marcou o gol de empate do Bahia no clássico com o Vitória
Na base da insistência, nos acréscimos da etapa final, Pará aproveitou uma inversão de jogo, invadiu a área, ganhou na base da força física e desferiu um potente chute de pé esquerdo, que morreu no ângulo esquerdo de Marcelo Lomba. Após o tento, o defensor, extasiado, tirou a camisa e acabou advertido pelo árbitro Wilton Pereira Sampaio.

Com apenas 18 anos, Anderson Ferreira da Silva é cria da base tricolor. Com a chegada do técnico Marquinhos Santos, o defensor ganhou espaço e se firmou na posição, barrando Railan, primeira opção para o ofício no banco de suplentes.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade