Futebol/Copa Libertadores - ( )

Dedé confia em classificação e quer evitar bola aérea no clássico

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

O Cruzeiro vai encarar o arquirrival Atlético-MG, no domingo, pelo Brasileirão, e na quarta-feira já terá uma decisão contra os argentinos do San Lorenzo pela Libertadores. O zagueiro Dedé sabe da importância do clássico, mas não consegue deixar de pensar no jogo de volta pela competição continental. O defensor acredita que a Raposa tem condições de reverter a derrota por 1 a 0 em solo argentino.

“Temos que acreditar. Nosso time tem um potencial muito grande, é um time rápido que sabe jogar bem como mandante. Em casa o nosso time sabe fazer gols. Vamos chegar lá, fazer o nosso melhor e usar o torcedor como 12º jogador no Mineirão”, declarou.

O Cruzeiro tem usado a bola aérea como uma arma mortal contra os adversários, com Dedé e Bruno Rodrigo surpreendendo as defesas. No jogo contra o San Lorenzo, a Raposa acabou sentido o efeito contrário, levando um gol de cabeça em lance de bola parada, o que chamou atenção de Dedé.

“O nosso time estava jogando bem e infelizmente tomamos um gol em uma situação de bola parada, um tipo de lance que o nosso time é muito forte. O jogador foi rápido e a falta foi muito bem batida”, comentou Dedé, que pede atenção a este tipo de jogada no clássico. “Vamos trabalhar para evitar novas surpresas no clássico”, concluiu.

Divulgação/Cruzeiro E. C.
Dedé sabe da importância do clássico, mas não consegue deixar de pensar no jogo da Libertadores (Foto:Anibal Greco/Light Press)

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade