Futebol/Campeonato Brasileiro Série A - ( - Atualizado )

Diante de time “guerreiro”, interino é humilde após terceira vitória

Salvador (BA)

Alberto Valentim voltou a surpreender neste domingo, conquistando seu terceiro triunfo sob o comando do Palmeiras. Para manter o aproveitamento de 100%, o treinador interino derrotou o Vitória, por 1 a 0, no Pituaçu, mas o novo resultado positivo não alterou a postura do comandante. Ao falar sobre o desempenho da equipe, que agora mostra muito mais determinação em campo, repetiu o discurso de que tem uma pequena parcela nesta mudança de comportamento.

“Mais uma vez os jogadores foram muito guerreiro. Foi o nosso primeiro jogo fora desde que eu estou no comando, o time não ficou na retranca, mas também não abandonou a defesa. Eles estão em uma entrega impressionante, fazendo tudo o que tem que ser feito. Todos estão mostrando humildade e espírito de equipe. O Palmeiras hoje é uma equipe forte porque nós fazemos tudo juntos. Todos os guerreiros estão correndo demais, fazendo tudo para o Palmeiras sair vencedor”, analisou o treinador.

Fabio Menotti/Palmeiras/Divulgação
Alberto Valentim destacou a determinação demonstrada pela equipe do Palmeiras em campo neste domingo
O comandante interino também aprovou a consistência defensiva de sua equipe, que, apesar de alguns erros na saída de bola ao longo do primeiro tempo, conseguiu neutralizar bem qualquer tentativa de pressão por parte do Vitória, principalmente após o gol marcado por Marquinhos Gabriel. Alberto Valentim revelou que houve uma conversa no intervalo para evitar qualquer margem de erro na etapa complementar.

“Na parte defensiva estava muito tranquilo, porque todos os jogadores estavam fazendo o papel de marcar sem a bola. O que aconteceu de errado foram as saídas de bola que nós tivemos no primeiro tempo, mas conversamos isso no intervalo e fizemos um segundo tempo muito bom, onde não tomamos o gol e fizemos depois”, avaliou o treinador, que aprovou a maior posse de bola da equipe durante o jogo.

“Estamos trabalhando e tivemos mais posse. Algumas jogadas poderiam ter saído melhores, mas jogar aqui não é fácil, principalmente quando você faz gol no início do segundo tempo. Isso faz com que o Vitória venha para cima, é normal que você acabe tendo que marcar mais”, completou o interino do Palmeiras, feliz com a postura de seus comandados ao longo do segundo tempo, quando o Vitória ensaiou uma pressão e não teve sucesso.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade