Futebol/Copa do Mundo - ( - Atualizado )

Dilma visita inacabado Itaquerão e ganha capacete de operários

Bruno Ceccon São Paulo (SP)

A presidente Dilma Rousseff visitou o Itaquerão, sede do primeiro jogo da Copa do Mundo, na tarde desta quinta-feira. Com as obras do estádio do Corinthians ainda inacabadas, a chefe de estado entrou no gramado e recebeu um capacete dourado das mãos dos operários.

Dilma não chegou a conceder entrevista, mas tratou de elogiar a arena enquanto vistoriava obras viárias do entorno. “O estádio está uma beleza, porque afinal de contas é o Corinthians”, afirmou a presidente em um rápido discurso pouco antes de efetivamente conhecer o local.

Aldo Rebelo, ministro do Esporte, Fernando Haddad, prefeito de São Paulo, e Alexandre Padilha, ex-ministro da Saúde, participaram da visita. Mário Gobbi, atual presidente do Corinthians, e Andrés Sanchez, responsável pelo estádio, receberam a comitiva ao lado de Edu Gaspar, gerente de futebol do clube, e Marcelinho Carioca, um dos maiores ídolos.

Andrés Sanchez, ex-presidente do Corinthians e principal articulador da construção do estádio, também é filiado ao PT e deve participar das próximas eleições como candidato a deputado federal. Alexandre Padilha, por sua vez, é o pré-candidato do partido ao governo de São Paulo.

Depois de percorrer parte das instalações da arena, Dilma entrou no gramado ao lado de sua numerosa comitiva. Ela cumprimentou o grupo de operários montado para recebê-la, ganhou um capacete dourado e chegou a experimentá-lo diante das lentes da imprensa.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Ao entrar no gramado do Itaquerão, a presidente Dilma Rousseff recebeu um capacete dourado dos operários
Das arquibancadas, algumas crianças e os operários que ainda trabalham na construção do estádio corintiano acompanharam a visita da presidente. A chefe de estado deu um rápido passeio pelo gramado e em seguida deixou a arena sem conversar com a imprensa.

Na última quarta-feira, pelo Twitter, Dilma se manifestou após a convocação dos 23 jogadores para o Mundial. “Amamos o futebol e estamos orgulhosos de organizar esta Copa das Copas. Por isso, todos os que vierem ao Brasil serão bem recebidos e conhecerão um país multicultural, de gente feliz e batalhadora”, escreveu.

O primeiro jogo da Copa do Mundo será realizado no dia 12 de junho, entre Brasil e Croácia, provavelmente com a presença da presidente. A partir das 10 horas (de Brasília) deste sábado, o estádio recebe uma partida festiva com mais de 100 ex-jogadores do Corinthians.

Antes de visitar a arena nesta quinta-feira, Dilma Rousseff esteve nas obras do entorno do chamado Pólo Itaquera, também atrasadas. O palco do primeiro jogo da Copa do Mundo foi entregue pela construtora Odebrecht ao clube no último dia 15 de abril.

A presidente visitou o estádio do Corinthians no mesmo dia em que o operário Mohamed Ali Maciel Afonso morreu nas obras da Arena Pantanal. O trabalhador, vítima de uma descarga elétrica, é o nono a falecer na construção dos estádios para a Copa do Mundo.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade