Futebol/ Série A - ( - Atualizado )

Diretoria vai começar a resolver pendências a partir de segunda

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

A diretoria do Fluminense tem evitado falar abertamente de negociações a fim de não atrapalhar o desempenho do time no Campeonato Brasileiro, porém, a partir da próxima segunda-feira novidades podem acontecer. No domingo o Tricolor encerra a sua participação na primeira parte da competição, que será paralisada para a disputa da Copa do Mundo, enfrentando o Internacional, às 18h30, no Estádio Cláudio Moacyr, em Macaé (RJ), pela nona rodada. A partir daí os dirigentes esperam intensificar algumas negociações.

A prioridade é definir algumas renovações de contratos que chegam ao fim em dezembro. Isso porque nesses casos o jogador pode assinar um pré-contrato com outro clube a partir de primeiro de julho, faltando seis meses para o término do compromisso. Três jogadores que se encontram nesta situação são as prioridades. Casos do goleiro Diego Cavalieri, do zagueiro Gum e do lateral esquerdo Carlinhos. Nos três casos a diretoria já optou pela permanência.

Com Gum a negociação está mais adiantada. A pedida inicial do jogador assustou a diretoria. Ciente de que o melhor para o jogador é permanecer nas Laranjeiras, o agente dele, Jorge Moraes, já reduziu os valores, se aproximando daquilo que o clube pretende pagar. Um acerto deverá acontecer na próxima semana, com o jogador assinando um novo vínculo com validade de dois anos.

No caso de Carlinhos os valores não chegam a ser um problema e o jogador já acertou as bases salariais com o clube. A dificuldade estaria no tempo de contrato. O ex-atacante Luizão, que cuida da carreira do atleta, pediu um contrato de quatro anos, mas a diretoria pretende renovar apenas por mais duas temporadas. A troca de dirigentes no departamento de futebol, inclusive, tem irritado Luizão. O empresário já teve reuniões com Rodrigo Caetano, Felipe Ximenes e Paulo Angioni, atualmente o diretor executivo do departamento de futebol. A tendência é que este consiga intensificar as negociações a partir de segunda-feira.

Divulgação/Fluminense F.C.
Desde 2009 no Fluminense, o zagueiro Gum (à direita) já conquistou quatro títulos com a camisa do Tricolor carioca e deve renovar

Outro jogador nesta situação é o goleiro Diego Cavalieri. Porém neste caso a pressa não é grande. O jogador comunicou aos dirigentes que deseja permanecer no Fluminense, deixou em aberto o tempo de contrato e já aceitou as bases salariais que lhe foram sugeridas. Portanto, resta apenas assinar. O goleiro Klever é outro que deixou a renovação bem encaminhada.

O goleiro Felipe Garcia está sendo analisando por suas atuações no Campeonato Brasileiro. Após falhar na goleada de 5 a 2 sobre o São Paulo, o jogador agradou na vitória de 1 a 0 sobre o Bahia e não comprometeu na derrota de 2 a 0 para o Atlético-MG. Como não deverá pedir muito alto, seu contrato deverá ser prorrogado.

O volante colombiano Valencia, cortado da seleção de seu país por conta de lesão na coxa direita, também vem negociando, mas sua situação está mais para sair das Laranjeiras do que permanecer. Por fim, o zagueiro Leandro Euzébio e o volante Fábio Braga serão dispensados caso não acertem com outro clube até o fim do ano, uma vez que não fazem parte dos planos da comissão técnica.

Ainda na segunda-feira o clube também deverá se posicionar sobre uma proposta de cerca de R$ 7 milhões recebida para negociar o meia Wágner com o Al-Ittihad, da Arábia Saudita. Os árabes mandaram oficialmente a proposta, que chegou nesta sexta-feira e os dirigentes estão tratando do assunto inclusive com o empresário Celso Barros, presidente da Unimed, principal patrocinadora do clube e que arca com os salários do jogador. Nos bastidores do clube especula-se que a contratação de Cícero, que estava no Santos, já levou em consideração a saída de Wágner, que não vai se opor a uma transação mesmo vivendo um bom momento no Fluminense. Isso porque a quantia que o jogador vai receber será suficiente para garantir a sua independência financeira.

Dentro de campo, neste sábado o elenco treina pela manhã nas Laranjeiras e depois embarca para Macaé. O técnico Cristóvão Borges fará duas alterações no time. O goleiro Diego Cavalieri enfim foi liberado pela Fifa e poderá retornar ao time, ocupando assim o posto de Felipe Garcia. Porém nem todas as notícias são boas e o zagueiro Marlon, convocado para a Seleção Brasileira sub-19, fica de fora. O seu posto será preenchido pelo estreante Fabrício. O restando do time será o mesmo da derrota para o Galo.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade