Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Dirigente do Barça admite que contratação de Neymar abalou finanças

Barcelona (Espanha)

O vice-presidente de relações institucionais do Barcelona, Carles Vilarrubí, admitiu que a contratação de Neymar, finalizada em maio do ano passado, abalou as finanças do clube. O plano dos dirigentes catalães era contratar o jogador ao término de seu contrato com o Santos, na metade de 2014.

“O clube fechou um acordo preliminar com o Neymar para a temporada seguinte. Mas a pressão de outro clube fez com que fechássemos um ano antes. Isso afetou a estabilidade financeira do clube”, disse Vilarrubí.

A concorrência do arquirrival Real Madrid obrigou o Barcelona a antecipar a contratação de Neymar. A proposta apresentada pelos merengues ao Santos para adquirir os direitos econômicos do craque brasileiro teria superado a do Barça, que se apoiou em um acordo fechado com o pai de Neymar em 2011 para sacramentar a transferência.

O custo inicial apresentado pelo Barcelona, de 57 milhões de euros (R$ 157 milhões), subiu para 87 milhões de euros (R$ 270 milhões) alguns meses depois. A obscuridade da transação gerou problemas com a Receita espanhola e culminou na renúncia de Sandro Rosell, então presidente do clube.

AFP
Ao lado de Daniel Alves, Neymar comparece ao enterro do ex-treinador do Barcelona Tito Vilanova

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade