Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Douglas esquece passado polivalente para tentar conquistar a torcida

Helder Júnior São Paulo (SP)

Douglas está animado com o seu momento no São Paulo. Contestado por torcedores na época em que se dividia entre a lateral direita e o setor ofensivo da equipe, o jogador acredita que conseguirá calar as críticas se mostrar empenho para se firmar na sua posição de origem.

“Procuro trabalhar em prol do São Paulo, com muita dedicação no dia a dia. Dessa maneira, posso colaborar muito com a equipe e ganhar a confiança da torcida de volta”, comentou Douglas, escalado para enfrentar o Atlético-PR na noite desta quarta-feira, na Arena da Baixada.

O lateral direito acha que acabou prejudicado quando foi apontado por Ney Franco, seu ex-comandante, como um jogador com potencial para suprir a saída do meia Lucas para o Paris Saint-Germain, da França.

“Em certo ponto, sim. O Lucas tinha acabado de deixar o São Paulo, e a torcida queria que chegasse alguém para o lugar dele. Não saiu como o esperado pelo professor”, disse Douglas, sem guardar mágoa de Ney. “Voltei para a lateral e estou feliz assim, querendo viver o meu momento. Vou retribuir o apoio de todos dentro de campo e melhorar cada vez mais”, prometeu.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Douglas espera finalmente conquistar a confiança dos torcedores do São Paulo
Agora com Muricy Ramalho como treinador, Douglas também não deixa de ser cobrado. Ele já foi alvo de uma das broncas públicas do atual comandante. Recuperado de lesão recentemente, tem ainda as sombras dos concorrentes Luis Ricardo e Paulo Miranda, o último improvisado, sobre a sua vaga no time titular.

“É sempre bom olhar para o lado e ver alguém te incomodando na briga pela posição. Acho isso gratificante. Eles são grandes companheiros, que me ajudam a buscar a titularidade”, concluiu Douglas.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade