Futebol/Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Edno converte pênalti nos acréscimos e Ponte desencanta sobre ABC

Campinas (SP)

Em partida válida pela quarta rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, no Moisés Lucarelli, a Ponte Preta fez bom primeiro tempo para sair na frente do ABC com gol de Alexandro, mas acabou caindo de produção no segundo tempo e sofrendo o empate dos pés de Samuel. O gol da vitória só saiu nos acréscimos, em pênalti convertido por Edno.

Com esta vitória, a Ponte enfim consegue bater um adversário na Série B do Campeonato Brasileiro. Após três empates nas primeiras rodadas, a Macaca agora acumula seis pontos e sobe para a quinta colocação. Já o ABC tem seu bom início interrompido, mas segue em segundo com sete pontos.

Na rodada que vem, o time potiguar recebe o Sampaio Corrêa às 16h20 (de Brasília) do próximo sábado, em jogo válido pela quinta rodada da segunda divisão. Já a Ponte faz duelo estadual com o Oeste, fora de casa, às 21h50 desta terça-feira.

O jogo – Os primeiro minutos foram dominados pela Ponte Preta, que conseguiu criar a primeira oportunidade logo aos quatro minutos. Após jogada de Edno pela direita, Alexandro recebeu dentro da área e apesar de muito marcado conseguiu girar e chutar com perigo. Pouco depois, Elton invadiu a área trombando com os adversários e chegou a ter boas condições de finalizar, mas acabou desarmado.

Aos 22 minutos, o centroavante pontepretano voltou a levar perigo ao roubar bola no campo de ataque e arriscar de fora da área, mas a bola subiu demais e se perdeu pela linha de fundo. A pressão seguiu nove minutos depois, quando Alexandro só não abriu o placar após bola levantada em escanteio porque o zagueiro Samuel desviou antes.

Até então, o time da casa rondava a área adversária e assustava o goleiro Gilvan, mas sem criar oportunidades claras. O destaque do primeiro tempo à esta altura já era o atacante Alexandro, que logo depois fez explodir a torcida pontepretana. Depois de tanto insistir, o dono da camisa 9 enfim deixou sua marca aos 38 minutos, quando aproveitou cruzamento da direita para acertar lindo voleio e colocar a Macaca à frente no placar. O gol fez justiça ao primeiro tempo da Ponte Preta, que sempre esteve mais interessada nas ações ofensivas do jogo.

Diferentemente do que aconteceu nos primeiros 45 minutos, a partida ficou bastante física após o intervalo. A primeira consequência aconteceu logo aos dois minutos, quando Michel Schmoller sentiu lesão depois de uma dividida e acabou substituído pelo técnico Zé Teodoro. Pouco depois foi Fernando Bob quem caiu no gramado, mas em situação muito mais séria: o volante sofreu fratura no tornozelo e precisou ser retirado do estádio de ambulância.

Em vantagem, a Ponte Preta arrefeceu o domínio imposto no primeiro tempo, o que diminuiu muito as chances criadas no jogo. Reflexo dos minutos sofríveis foi o chute de César, que tentou arriscar cobrança de falta da intermediária e chutou na arquibancada. Sem emoção, o jogo ficou concentrado no meio-campo e lances de relativo perigo só aconteciam por meio da bola parada.

E foi assim que o ABC conseguiu o empate aos 33 minutos. Após escanteio, o setor defensivo da Ponte Preta vacilou e aa bola sobrou limpa para Samuel. Dentro da pequena área, o zagueiro do time potiguar só precisou empurrar às redes para igualar o duelo. O gol dos visitantes saiu em momento morno na partida e fez com que a Ponte Preta acordasse novamente.

Com o empate, a Macaca foi obrigada a abandonar o sedentarismo adotado no segundo tempo e sair novamente para o jogo. O atacante Rossi conseguiu marcar aos 43 após rebote de Gilvan, mas foi flagrado em posição de impedimento. Mas o grito de gol do pontepretano sairia pouco depois: após Alexandro sofrer pênalti, Edno converteu no canto esquerdo do goleiro para fazer o segundo da equipe campineira e garantir o triunfo.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade