Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Elenco do Palmeiras tem certeza de que reforços virão durante a Copa

William Correia São Paulo (SP)

Após duas derrotas seguidas, o Palmeiras trabalha para melhorar e se despedir para a folga na Copa do Mundo com vitória sobre o Grêmio, no domingo. Mas o time treina com certeza de mudanças para o resto do Campeonato Brasileiro. Contratações são esperadas enquanto não há compromissos oficiais.

“Sem dúvida, vão trazer reforços”, afirmou Henrique, que pode ganhar concorrentes no ataque. Lucas Pratto é um desejo antigo do clube e tem o aval do recém-contratado técnico Ricardo Gareca, mas a diretoria tenta convencer o Vélez Sarsfield a aceitar menos do que 4,5 milhões de euros para liberar o argentino.

O zagueiro Fernando Tobio, também do Vélez, pode ser a primeira contratação desde a chegada de Gareca, que indicou o defensor que ficará sem contrato com o Vélez em julho. “A diretoria já está buscando reforços e o Gareca vem acompanhando. O Campeonato Brasileiro é muito longo, quanto mais qualificado for o nosso plantel, vai nos ajudar bastante”, comentou Henrique.

O elenco, contudo, se defende, apesar da péssima impressão deixada com derrotas para Chapecoense e Botafogo nas duas últimas rodadas – os dois clubes ocupavam a zona de rebaixamento da competição quando enfrentaram o Verdão.

Divulgação
Henrique não tem dúvida de que diretoria qualificará elenco durante a Copa (Cesar Greco/Ag Palmeiras)
“Tivemos essas duas derrotas, mas vale ressaltar que vínhamos de quatro vitórias seguidas. Nesse último jogo, nossa equipe jogou muito bem, criou inúmeras chances e, infelizmente, não conseguimos concluí-las no gol. Agora é trabalhar para dar sequência e voltar a vencer”, defendeu Henrique.

Enquanto ninguém chega, o foco fica no Grêmio, adversário de domingo no Rio Grande do Sul. “O nosso objetivo é terminar bem. Temos essa pausa que vai dar tempo para trabalhar alguns detalhes, conhecer a filosofia do Gareca, ver o que ele vai passar e voltar mais forte para a continuidade do campeonato”, apontou Henrique.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade