Futebol/Campeonato Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Em casa, Ponte vence lanterna Vila Nova e sobe na tabela da Série B

Campinas (SP)

Nesta terça-feira, a Ponte Preta chegou a sua segunda vitória no Campeonato Brasileiro da Série B, o que lhe rendeu a quarta colocação na tabela. Jogando no Moisés Lucarelli, em Campinas, a Macaca não encontrou dificuldades para bater o lanterna Vila Nova por 1 a 0, com gol de Juninho, em partida válida pela sexta rodada da segunda divisão.

O fim da partida ainda foi marcado por uma confusão. Fora de campo, o médico do Vila Nova se envolveu em uma confusão com um dos gandulas do Moisés Lucarelli, que desfeiriu um tapa no profissional do clube do centro-oeste. 

Nesta sexta-feira, a equipe campineira visita o ABC, às 21h50 (de Brasília), no Domingão, adversário que aparece com os mesmos dez pontos na tabela e que foi derrotado por 2 a 0 no Serra Dourada pelo Atlético-GO. Enquanto isso, o Vila Nova recebe também no Serra o América-RN, no sábado, às 16h20 (de Brasília).

O jogo – Precisando de mais uma vitória para embalar na Série B, a Ponte Preta tratou de partir para cima de seu adversário desde o início da partida. Aos 18 minutos, Cléber Alves evitou o que seria o primeiro gol dos alvinegros.

Após ajeitada de Vinícius, Léo Cittadini bateu cruzado e obrigou o arqueiro a defender no reflexo. Na sequência, a Macaca começou a encontrar dificuldades para criar jogadas pelo meio. Dessa forma, foi a vez dos homens de ala aparecerem para chegar ao primeiro tento.

Arte GE.Net
Aos 25, Vinícius demonstrou extrema força física e levou a melhor pela esquerda. Cléber, novamente, fez boa defesa, mas, no rebote, Daniel Tijolo não conseguiu afastar e a bola ficou limpinha para Juninho chutar forte na entrada da pequena área, fazendo a alegria dos pagantes no Moisés Lucarelli.

Antes do juiz apitar o fim do primeiro tempo, as duas equipes tiveram uma chance cada uma: Aos 30, Cafu recebeu na área e bateu cruzado, mas o goleiro, em atuação inspirada, fez sua terceira defesa importante no jogo e evitou que a Ponte ampliasse o placar.Dez minutos depois, Marcelo Toscano recebeu cruzamento livre na trave direita, mas, com o gol vazio e desequilibrado, mandou para fora.

Fazendo jus ao bom primeiro tempo, a Ponte Preta voltou para etapa final ligada e teve a primeira boa oportunidade aos 13 minutos. A jogada passou pelos pés de Cafu, Vinícius e Elton, até o volante receber em progressão. Sem conseguir dominar, ele acabou facilitando a vida do arqueiro.

Sem conseguir reagir à pressão imposta pelo time da casa desde o início da partida, o Vila Nova não encontrou possibilidades para incomodar o goleiro Roberto. Assim, a Ponte pôde usar o segundo tempo para administrar a vantagem adquirida na etapa inicial.

O time de Goiânia, inclusive, vive um período de crise: após o rebaixamento no Estadual, ainda não venceu na Série B, aparecendo com cinco vitórias e apenas um empate.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade