Futebol/Campeonato Paraense - ( - Atualizado )

Em jogo de sete expulsões, Papão empata no fim e leva 2º turno

Belém (PA)

Paysandu e Remo protagonizaram uma verdadeira batalha no estádio do Mangueirão, na final da Taça Estado de Pará, o segundo turno do Campeonato Paraense. Melhor para o Papão, que buscou o empate no último minuto em 3 a 3 com o rival e garantiu a conquista.

Com o título simbólico, o Paysandu força a disputa da Taça Açaí, contra o próprio Remo, que foi o campeão da Taça Cidade de Belém, o primeiro turno da competição.

Com a melhor campanha da primeira fase e o empate no primeiro jogo, o Paysandu jogava por mais uma igualdade, mas logo aos cinco minutos a vantagem foi invertida, pois o Remo abriu o placar com Leandro Cearense.

Aos 21 minutos do primeiro tempo, o Leão ficou ainda mais próximo do título paraense, quando Raphael Andrade subiu de cabeça em cruzamento de Alex Ruan e marcou 2 a 0.

A reação começou apenas no segundo tempo. Aos 12 minutos, Airton bateu falta e Lima, aproveitando o bate-rebate, mandou para as redes, diminuindo a vantagem.

Aos 24 minutos, Rubran completou jogada ensaiada do Leão e fez o gol que parecia ser o do título: 3 a 1. Aos 35 minutos, Augusto Recife, de pênalti, descontou para o Papão e recolocou o bicolor na partida.

No fim, uma sequência de lances emocionantes definiu o destino da partida. Rony acertou a trave para o Remo, aos 46 minutos, desperdiçando a chance de dar o golpe de misericórdia. No contragolpe, Carlinho Rech precisou fazer falta para parar Leandro Carvalho e foi expulso. Na cobrança, Zé Antônio marcou de cabeça e decretou o resultado final: 3 a 3.

Teve início, então uma briga generalizada, que culminou na expulsão de três jogadores de cada equipe - Vanderson, Paulo Rafael e Airto, pelo Paysandu, e Rubran, Fabiano e Val Barreto, pelo Remo. Com 60 minutos de jogo no segundo tempo, o árbitro encerrou o jogo e decretou o título do Papão.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade