Futebol/Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Em momentos difíceis, Vasco e Portuguesa tentam espantar crise

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

Há três jogos sem vencer na Série B do Campeonato Brasileiro, o Vasco tenta afastar um princípio de crise neste sábado, quando recebe a Portuguesa às 16h20 (de Brasília), no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ), pela nona rodada da competição.

Com dez pontos conquistados, o Cruz-Maltino precisa encurtar a distância para o G-4, a zona de classificação para a elite do futebol nacional, que ficou mais longe após empate por 1 a 1 com o Bragantino.

Se o Vasco tenta afastar a crise, a Portuguesa já está mergulhada nela. Após a goleada de 4 a 1 sofrida para o Sampaio Corrêa, em pleno Canindé, em São Paulo (SP), a Lusa ficou estacionada nos cinco pontos e aparece na penúltima posição, figurando na zona de rebaixamento.

Apesar de o time paulista atravesar um dos piores momentos de sua história, tendo que lidar ainda com a pressão por conta das derrotas no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), os vascaínos pregam respeito ao adversário.

“Do outro lado do campo existe um adversário que tem camisa e tradição e que assim como nós sabe que precisa subir rapidamente para a Primeira Divisão. A goleada que eles sofreram na rodada passada não é algo que nos ajuda, muito pelo contrário, isso vai fazer com que o time deles se una ainda mais na busca do resultado. Cabe ao Vasco saber lidar bem com esta situação e conseguir a vitória”, disse o goleiro Diogo Silva.

As palavras do arqueiro vascaíno têm soado como um mantra para o elenco, que admite a necessidade de ir para o recesso da Copa do Mundo bem mais perto da zona de classificação. Justamente por conta desta demanda que a partida diante da Portuguesa é tratada como estratégica pelos cruz-maltinos.

“Essa partida contra a Portuguesa é fundamental dentro do nosso planejamento. Vamos jogar com o mando de campo e mesmo sem ser em São Januário a responsabilidade é toda nossa. Um tropeço teria consequências muito ruins dentro do nosso objetivo de nos aproximarmos da zona de classificação para a Série A. Hoje cinco pontos nos separam da área de acesso e temos que reduzir essa diferença”, analisou o volante Pedro Ken.

O técnico Adilson Batista adotou mais a conversa do que treinos na preparação para este jogo, inclusive pela falta de tempo para trabalhar com o grupo. Justamente por isso vai repetir a formação do jogo passado.

Pelo lado da Portuguesa, o técnico Marcelo Veiga parece tentar tirar a responsabilidade de seus jogadores, em uma estratégia para reduzir a pressão sobre o grupo.“Nós sabemos que algumas coisas precisam ser modificadas, como a contratação de reforços e o bom trabalho que esperamos realizar no recesso da Copa do Mundo. Porém, este jogo com o Vasco é uma boa oportunidade para pontuarmos e precisamos acreditar que podemos surpreender. Confio no grupo”, disse Veiga.

O treinador da Portuguesa não quis antecipar a escalação que vai mandar a campo, mas deverá manter a formação do jogo passado por conta da falta de opções.

FICHA TÉCNICA
VASCO-RJ X PORTUGUESA-SP

Local: Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ)
Data: 31 de maio de 2014 (Sábado)
Horário: 16h20(de Brasília)
Árbitro: Andre Luiz de Freitas Castro (GO)
Assistentes:João Patrício de Araújo (GO) e Jesmar Miranda de Paula (GO)

VASCO: Diogo Silva, André Rocha, Luan, Rodrigo e Diego Renan; Fabrício, Pedro Ken, Douglas e Guilherme Biteco; Yago e Edmilson
Técnico:Adilson Batista

PORTUGUESA: Tom, Arnaldo, Wagner, Luciano Castán e Eduardo; Coutinho, Rudnei, Allan Dias e Gabriel Xavier; Serginho e Caio Mancha
Técnico: Marcelo Veiga

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade