Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Enderson enaltece banco e elogia poder de reação do Grêmio

Do correspondente Vicente Fonseca Caxias do Sul (RS)

Na vitória por 2 a 1 sobre o Botafogo, o Grêmio mostrou duas qualidades importantes para quem disputa o Campeonato Brasileiro: poder de reação e soluções no banco de reservas. Estes predicados foram ressaltados pelo técnico Enderson Moreira em sua coletiva após a partida, no Alfredo Jaconi. O técnico gremista teve estrela: Zé Roberto e Maxi Rodríguez, dois reservas que entraram após os 30 minutos do segundo tempo fizeram a jogada do gol que decidiu a partida.

“Quando a gente troca e dá errado, somos burros. Quando dá certo, ficamos mais inteligentes”, brincou Enderson. “Não podemos ter apenas 11 titulares na equipe, mas pelo menos 14 ou 15 jogadores que ajudem quando for preciso. E a gente tem jogadores que têm a capacidade de mudar um pouquinho as características da nossa equipe”, elogiou o técnico, que enalteceu a qualidade técnico do meia uruguaio.

O treinador do Grêmio admitiu que o time sentiu o fato de ter sofrido o gol logo aos cinco minutos de partida, mas elogiou a postura da equipe e a capacidade de reagir perante a desvantagem: “quando a gente sofre o gol cedo isso tira a concentração e aumenta a ansiedade. Demoramos a assimilar, faz parte, mas mantivemos a organização, demos poucas chances para eles e merecemos o resultado. Temos que enaltecer os esforços e a postura de todos”.

Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Após a vitória por 2 a 1 sobre o Grêmio, Enderson Moreira elogiou o banco de reservas da equipe

Vice-líder do Brasileiro, o Grêmio tem os mesmos 13 pontos do Cruzeiro, primeiro colocado. Sábado, o compromisso é complicado: o São Paulo, no Morumbi. O meia Alán Ruiz, suspenso, está fora. Zé Roberto e Maxi Rodríguez, autor do golaço que deu a vitória sobre o Botafogo, são os mais cotados para substituí-lo.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade