Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Fla evita confirmar acerto, mas espera apresentar Ney na quarta

Bruno Ceccon São Paulo (SP)

O Flamengo espera apresentar Ney Franco como novo técnico nesta quarta-feira. Por enquanto, contudo, Eduardo Bandeira de Mello, presidente do clube, e Wallim Vasconcellos, vice de futebol, ainda evitam confirmar o retorno do treinador à Gávea.

De maneira polêmica, Jayme de Almeida, campeão da Copa do Brasil-2013 e do Campeonato Carioca-2014, ex-jogador do clube, foi demitido na última segunda-feira. No dia seguinte, Bandeira de Mello e Vasconcellos participaram de um fórum sobre gestão em São Paulo.

“O acerto com o Ney ainda está acontecendo. Vamos conversar com ele e seu procurador hoje (terça-feira) para que possa assumir amanhã. Estamos negociando em fase adiantada”, declarou o presidente do clube, elogioso em relação ao provável novo comandante.

“É um grande treinador, que fez bons trabalhos nos últimos clubes. Também tem uma passagem bem sucedida pelo próprio Flamengo (ganhou a Copa do Brasil-2006 e o Campeonato Carioca-2007) e pela Seleção Brasileira sub-20 (foi campeão sul-americano e mundial em 2011)”, disse Bandeira de Mello.

De acordo com Wallim Vasconcellos, o clube iniciou as negociações com Ney Franco apenas após o desligamento do treinador do Vitória-BA. A família do técnico, segundo o diretor flamenguista, não se adaptou à Salvador e desejava voltar para o Rio de Janeiro ou São Paulo.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Eduardo Bandeira de Mello, presidente do Flamengo, espera apresentar o técnico Ney Franco na quarta-feira
Em busca de um comandante após a dispensa de Gilson Kleina, o Palmeiras também estava interessado em Ney Franco, o que acelerou a iniciativa do Flamengo. Apesar da cautela em torno do assunto, Wallim Vasconcellos já deu a chegada do técnico como certa ao falar sobre possíveis reforços.

“No meio do ano, vamos ter que trazer alguns atletas. Até ontem, a discussão era com o Jayme. Agora, vai ser com Ney. Queremos sentar com ele para fazer uma avaliação do elenco e decidir quem fica, quem sai. Vamos trabalhar com calma para poder contratar os jogadores certos, nas posição certas”, explicou.

Além de Jayme de Almeida, o Flamengo também demitiu Paulo Pelaipe do cargo de diretor executivo. Vasconcellos não tem pressa para definir um novo nome para o posto, mas espera fazê-lo até a parada para a Copa do Mundo, período no qual pretende reforçar a equipe e eventualmente vender alguns jogadores.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade