Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Flu procura proteger Michael após expulsão relâmpago contra Atlético-MG

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

O Fluminense ainda tenta digerir a derrota de 2 a 0 para o Atlético-MG, que impediu o time de assumir a liderança do Campeonato Brasileiro. As explicações são as mais variadas, porém, todos no clube evitam usar como justificativa: a expulsão do atacante Michael, que mal entrou em campo e já foi advertido com o cartão vermelho por ter agredido um adversário.

Michael foi chamado para entrar na vaga de Rafael Sobis, em tentativa do técnico Cristóvão Borges de explorar as jogadas aéreas. Mas o jogador permaneceu pouco mais de um minuto em campo e, após se irritar com a demora na cobrança de uma falta, empurrou o lateral Alex Silva. O árbitro Raphael Claus não teve dúvidas ao advertir o jogador com o cartão vermelho.

Ao entrar em campo neste jogo, Michael estava ganhando uma segunda chance em sua vida. O jogador passou boa parte do último ano suspenso por doping, já que seu exame durante uma partida contra o Macaé, pelo Campeonato Carioca, apresentou a presença de cocaína. O jogador teve a pena reduzida na metade e passou a ser mais relacionado desde que Fred se juntou à Seleção Brasileira na preparação para a Copa do Mundo.

Nelson Perez/Fluminense FC
Treinador pede paciência com Michael e projeta futuro glorioso para o jovem atacante tricolor
A diretoria do Fluminense, como prefere tratar os assuntos de maneira interna, não divulgou se vai punir o jogador, mas isso não deverá acontecer. Já Cristóvão tratou de proteger seu comandado. "São experiências vividas e que vão servir para a carreira dele, pois ainda tem muito a aprender. É bastante jovem e vou conversar bastante com ele, pois tenho certeza de que se tratar de alguém que pode virar um daqueles grandes jogadores do Fluminense. Tem potencial para conseguir isso", acredita o treinador.

Os companheiros de elenco também defenderam o jogador. "Ele não fez absolutamente nada. Eu não entendi direito essa expulsão", disse o goleiro Felipe Garcia.

Certo é que o cartão vermelho recebido diante do Atlético-MG tira Michael da partida do próximo domingo, contra o Internacional, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro. Este será o último jogo do Fluminense antes da paralisação da competição para a disputa da Copa do Mundo.

O elenco se reapresentou nesta quinta-feira, mas apenas os reservas realizaram atividade regenerativa. Nesta sexta-feira, também à tarde, nas Laranjeiras, Cristóvão comanda atividade para definir a formação que vai enfrentar o Colorado. O jogo marcará o reencontro da maioria dos atletas com Abel Braga, hoje no Colorado e que comandou o Tricolor na conquista do Brasileirão de 2012.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade