Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Fluminense frustra bom público no Maracanã e é castigado pelo Vitória

Rio de Janeiro (RJ)

Mais de 50 mil pessoas foram ao estádio do Maracanã e não assistiram a uma partida ruim do Fluminense. O segundo maior público da temporada no Mário Filho, no entanto, viu o Vitória ser mais eficiente nas oportunidades que apareceram e triunfar por 2 a 1.

Marquinhos fez os dois gols da equipe rubro-negra, que venceu pela primeira vez no Campeonato Brasileiro, chegou aos quatro pontos e ficou no meio da tabela de classificação. A formação tricolor, estacionada nos seis, perdeu a liderança para o Cruzeiro.

Orquestrado por Darío Conca e contando com boa participação de Rafael Sobis, o Fluminense foi melhor em todo o primeiro tempo e chegou a acertar a trave, mas não marcou e acabou castigado no início da etapa final, em chute de Marquinhos desviado por Fred. O mesmo Marquinhos puxou contra-ataque e ampliou.

Cristóvão Borges tentou a sorte com Walter, apostando nos cruzamentos, e os donos da casa chegaram a descontar já no finalzinho, aos 42, com um gol irregular de Wagner. Houve uma tentativa de pressão nos minutos derradeiros, bem suportados pelos visitantes.

Os dois times terão uma semana de preparação para os clássicos que farão no domingo. O Fluminense tentará a recuperação contra o Flamengo, no Maracanã. O Vitória, que não vem se dando bem nos confrontos com o Bahia neste ano, jogará o Ba-Vi na Fonte Nova.

Nelson Perez/Fluminense FC
A boa atuação de Conca não foi suficiente para manter o Fluminense na liderança do Brasileiro
Domínio tricolor
O Vitória começou a partida assustando o Fluminense, e Diego Cavalieri teve de fazer defesa difícil em chute de Souza após falha de Elivelton. Daí em diante, a equipe tricolor estabeleceu seu domínio na primeira etapa, embora não tenha conseguido balançar a rede de Wilson.

Os comandados de Cristóvão Borges tocavam bem a bola pelo meio, contando com jornada criativa de Darío Conca, e sabiam também usar as beiradas. Com Fred executando o papel de pivô na meia-lua, Rafael Sobis fazia bem o pêndulo, caindo pelos dois lados e criando dificuldades para a marcação.

A primeira grande oportunidade dos donos da casa surgiu em passe de Conca para Carlinhos, que cruzou após a falha de Marquinhos. Sobis chegou batendo após o quique da bola e acertou o poste esquerdo de Wilson. Não funcionava o contra-ataque do Vitória, que se via obrigado a ficar no campo de defesa.

Quando a saída não era boa, o Fluminense aproveitava. Sobis quase marcou depois de roubar uma bola na frente, parando em Wilson. Pouco depois, nova saída errada rubro-negra, e Wagner invadiu a área pela esquerda. Ele tentou devolver o passe recebido de Conca, que só não marcou porque, na pequena área, não teve equilíbrio para finalizar.

Gols rubro-negros
As equipes voltaram para o segundo tempo com as mesmas disposições, mas o Vitória aproveitou um rebote para mudar a feição do jogo, aos oito minutos. Após batida de falta de Ayrton e corte parcial da defesa, Marquinhos dominou na meia direita e bateu forte. O chute era defensável, mas o leve desvio na cabeça de Fred matou Cavalieri.

Atordoado, o Fluminense quase levou outra pancada no minuto seguinte, quando Caio ganhou na velocidade pela direita e cruzou de dentro da área. Cavalieri cortou e impediu que Juan aproveitasse o rebote, bloqueando o chute. Juan ainda pôde rolar para Souza, que chutou à direita.

Empurrada pela torcida, a formação das Laranjeiras criou boa jogada com passes inteligentes de Sobis e Conca, mas Wagner bateu para fora. Minutos mais tarde, aos 26, Cristóvão Borges resolveu apostar em mais um centroavante, Walter, que substituiu Sobis.

A presença desse homem de área a mais fez os cruzamentos se tornarem mais frequentes. Dão assustou o próprio goleiro em um deles, e Fred não errou por muito em outro. Foi em uma falta sofrida por Conca, porém, que a rede foi balançada, já aos 42 – Wagner aproveitou o rebote, em posição de impedimento. Não foi suficiente.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade