Futebol/Campeonato Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Fora de casa, Vasco sai na frente, mas cede empate ao Bragantino

Gazeta Press Bragança Paulista (SP)

O Vasco completou sua terceira partida consecutiva sem vitória no Campeonato Brasileiro da Série B. Em compromisso disputado na noite desta terça-feira, no Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, a equipe de São Januário ficou no empate por 1 a 1 com o Bragantino. Os gols foram marcados apenas no segundo tempo. Montoya anotou para a equipe da colina e Robertinho descontou para o Massa Bruta.

O resultado fez a equipe de Adílson Batista continuar longe da zona de classificação. O time da capital carioca é o décimo colocado com dez pontos ganhos, enquanto o Leão do interior paulista, com nove pontos, é o 13º colocado.

Na próxima rodada, o Vasco vai enfrentar a Portuguesa, enquanto que o Bragantino terá o ameaçado Vila Nova-GO pela frente.

O jogo - As duas equipes começaram a partida com muita disposição, tentando imprimir velocidade nas ações ofensivas. O Bragantino chegou pela primeira vez, aos cinco minutos, quando Tássio penetrou pela direita, mas seu cruzamento rasteiro acabou nas mãos do goleiro Diogo Silva.

O Vasco passou a encontrar muita dificuldade para chegar na área do Bragantino por causa da boa marcação da equipe paulista. Os atacantes Yago e Edmilson, além do meia Guilherme Biteco, quase não eram acionados, já que o meia Douglas, responsável pela armação, pouco participava do jogo.

Aos 15 minutos, Léo Jaime cruzou na área, a bola passou na frente do gol e André Rocha chegou antes de Tássio para desviar para escanteio. Só aos 20 minutos foi que o Vasco teve a primeira oportunidade em lance de bola parada, mas a cobrança de Douglas acabou desviada pela zaga da equipe de Bragança Paulista. O Bragantino teve a sua melhor chance de gol aos 27 minutos. Após cobrança de falta, executada por Cesinha, Robertinho escora livre, na pequena área, e acertou a trave direita.

Marcelo Sadio/Divulgação/Vasco da Gama
A forte marcação implementada pelas equipes refletiu nas poucas chances de gol criadas em Bragança
Aos 32 minutos, Yago foi lançado em velocidade, pela direita, conseguiu se livrar da marcação de Bruno Recife, mas seu cruzamento foi desviado por Gustavo para escanteio. Dois minutos depois, Danilo Bueno arriscou, de longe, e Diogo Silva defendeu com muita dificuldade.

A equipe de São Januário seguia com muitos problemas para chegar na área do adversário e apelava para cruzamentos que eram facilmente rebatidos pela zaga do Bragantino.

Aos 43 minutos, Léo Jaime foi lançado na corrida, mas o goleiro Diogo Silva chegou primeiro e aliviou o perigo. Na jogada seguinte, Cesinha teve a chance de marcar, mas cabeceou para fora quando estava livre na área cruz-maltina.

Os dois times voltaram sem modificações para o segundo tempo. E o Vasco foi o primeiro a construir uma jogada ofensiva, em cruzamento de Yago que o goleiro Renan cortou, mandando, de soco, para longe da sua área.

Os dois times continuavam a errar muitos passes, o que impedia que a partida tivesse um bom ritmo. Aos dez minutos, Danilo Bueno se livrou da marcação e chutou rasteiro. O goleiro Diogo Silva defendeu com dificuldade. Os dois treinadores fizeram alterações no ataque, numa tentativa de aumentar o poder ofensivo de suas respectivas equipes, mas o panorama não se alterou.

Arte GE.Net
Aos 26 minutos, o Vasco marcou o primeiro gol. Rodrigo cobrou falta, de longe. Desatento, o goleiro Renan falhou e rebateu a bola nos pés de Montoya que bateu, de primeira, para colocar a bola nas redes da equipe paulista.

Depois de sofrer o gol, o Bragantino tentou partir para o ataque, mas seguia enfrentando muitos problemas para fazer a bola chegar aos atacantes Nunes e Léo Jaime que pouco participavam. E o gol do empate acabou acontecendo, aos 36 minutos, quando Cesinha lançou na área e o lateral-direito Robertinho se aproveitou da desatenção da zaga para mergulhar e tocar, de cabeça, para o fundo das redes de Diogo Silva.

A equipe paulista quase marcou o gol da vitória, aos 40 minutos, quando Robertinho cruzou, Diogo Silva não saiu e Cesinha chegou atrasado.

Aos 44 minutos, Yago derrubou Rafael Silva na entrada da área. Douglas tentou bater colocado, mas a bola bateu na barreira e saiu. No último lance importante do jogo, Nunes cabeceou, na pequena área, e a bola passou perto da trave direita.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade