Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Galo tenta espantar crise contra Cruzeiro focado na Libertadores

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

Eliminado da Libertadores e sem vencer no Brasileiro, definitivamente o momento do Atlético-MG não é bom. Situação oposta vive o arquirrival Cruzeiro, que lidera o Brasileirão e é único time do Brasil na competição continental. Os dois maiores clubes de Minas Gerais medem forças neste domingo, às 16h, no Independência.

Enquanto o Galo que usar o clássico para iniciar uma reação no Brasileiro, a Raposa prioriza a Libertadores, mas não pretende facilitar a vida alvinegra, defendo a ponta da competição nacional. O Atlético-MG vai usar o que tem de melhor no momento, enquanto o Cruzeiro vai poupar jogadores, escalando uma equipe reserva.

Nos três clássicos disputados nesta temporada, o resultado foi o mesmo, empate sem gols, o que mostra o equilíbrio de forças entre atleticanos e cruzeirenses. O zagueiro argentino Otamendi, que pode deixar o Galo no meio do ano, não quer desperdiçar a chance de ganhar o clássico, considerado por ele como um jogo especial.

“Se tenho que ir embora, quero ir ganhando um clássico. Acho que merecemos fazer um bom jogo. Isso é importante. Uma possibilidade para crescer. Ainda não estamos bem nas partidas, temos que melhorar bastante. É uma boa oportunidade de mudar o chip com uma vitória”, declarou.

Divulgação/Bruno Cantini/Atlético-MG
O goleiro Victor quer mandar a crise para longe na tentativa de retomar a tranquilidade no Atlético-MG
Se Otamendi quer ganhar o clássico, o volante cruzeirense Nilton também está de olho na vitória. Baseado nos confrontos anteriores, o jogador prevê um duelo difícil. “Enfrentamos a equipe deles três vezes nesta temporada e ficamos só no empate por 0 a 0. Belo Horizonte vai novamente parar com este jogo. É um clássico importante e vamos buscar esse golzinho, para não ficarmos mais no empate”, disse.

Sobre as equipe que entram em campo, o técnico Levir Culpi tem alguns problemas para armar o Galo e deverá mudar o esquema tático, passando do tradicional 4-4-2 para o 3-5-2, com Otamendi, Leonardo Silva e Réver formando a trinca de zagueiros.

Divulgação
A comissão técnica do Cruzeiro decidiu seus jogadores no clássico (Crédito: Washington Alves/Light Preess)

No meio-campo, Tardelli deverá ter a função de armar as jogadas do Galo, já que Ronaldinho Gaúcho está vetado pelos médicos e Guilherme. No ataque, Jô com uma lesão no joelho é outra baixa de ordem médica. Com isso, o avante André, que estava esquecido no clube terá a chance de ser titular no clássico, formando dupla com Fernandinho. Na ala direita, Marcos Rocha, que vem desfalcando o time nos últimos jogos segue fora da equipe, com o contestado Alex Silva na posição.

Devido o desgaste pelo excesso de jogos, o técnico Marcelo Oliveira decidiu poupar jogadores no clássico contra o arquirrival. Suplente na partida contra os argentinos do San Lorenzo, Dagoberto queria jogar o clássico, mas o jogador voltou a sentir uma lesão muscular na coxa e não foi nem relacionado. O único titular que vai começar o jogo será o goleiro Fábio.

Arte GE.Net
FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG X CRUZEIRO

Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data: 11 de maio de 2014, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa-SC)
Assistentes: Alessandro A. Rocha de Matos (Fifa-BA) e Fernanda Colombo Uliana (Asp. Fifa-SC)

ATLÉTICO-MG: Victor; Réver, Leonardo Silva e Otamendi; Alex Silva, Pierre, Josué, Tardelli e Emerson Conceição; Fernandinho e André
Técnico: Levir Culpi

CRUZEIRO: Fábio; Mayke, Léo, Wallace e Egídio; Nilton, Souza, Tinga e Marlone; Luan e Borges
Técnico: Marcelo Oliveira

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade