Futebol/Campeonato Brasileiro Série A - ( )

Giancarlo reconhece elenco limitado do Paraná e pede reforços

Do correspondente Luiz Felipe Fagundes Itápolis (SP)

O Paraná Clube foi ao interior paulista encarar o Oeste, mas não passou de um empate em 2 a 2, que mantém o time em uma colocação modesta na Série B do Campeonato Brasileiro. O atacante Giancarlo destacou após o jogo que o grupo, que enfrenta problema extracampo no pagamento de salários, também tem dificuldades a superar dentro das quatro linhas com a falta de opções.

“A gente sabe que nosso grupo é limitado. Tem que dar força para a gurizada que está subindo. Dos 20 que vieram para o jogo, tem uns cinco mais experientes. Tem que lutar enquanto tiver esperança. Estamos passando por uma situação dificil, em todos os aspectos”, disse o artilheiro paranista, que revelou certa indecisão do setor defensivo na partida. “Tem que ter mais atenção. Definimos a macacão por zona, mas durante o jogo tivemos que mudar. Mas, valeu pelo ponto”, completou.

O Tricolor terá antes da partida contra o Luverdense um amistoso diante da Austrália que, para o atacante, pode ser importante para o grupo. “Serve para dar uma moral. Não é qualquer clube que joga contra uma seleção. O Fluminense vai jogar com a Itália. Agora, tem eu deixar a gurizada jogar, dar ritmo de jogo. Serve sim para o Claudinei ver com quem ele pode contar”, avaliou.

Giancarlo voltou a pedir reforços e revelou que recebe sondagens de atletas interessados, mas precisa sempre falar sobre a parte boa e a ruim do clube. “Precisa de reforço. Vários jogadores me ligam para saber. Tem torcida, é um clube grande. Mas também tem as dificuldades financeiras. Para chegar na Série A precisa ter elenco”, finalizou.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade