Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Gobbi pede paciência para combater instabilidade do Corinthians

Helder Júnior São Paulo (SP)

Mário Gobbi é impaciente com quem não tem calma para analisar o momento de instabilidade enfrentado pelo Corinthians. Alinhado com o técnico Mano Menezes, o presidente continua a enfatizar que o elenco atravessa um período de reformulação e, portanto, está sujeito a jogar mal no Campeonato Brasileiro.

“Precisamos ter paciência. Vamos dar tempo ao tempo e deixar um time montado, com estrutura pronta, para colher os frutos no ano que vem”, postergou Gobbi, antes de se corrigir. “Isso não quer dizer que não queremos colher alguma coisa neste ano. Queremos. Temos muita fé de que terminaremos a temporada bem. Agora é ter paciência. Não há outra forma.”

Para Gobbi, o Corinthians estará em condições de ser mais convincente depois da Copa do Mundo, quando passará a contar com os reforços dos meio-campistas Elias e Lodeiro. “Isso nos dará uma encorpada boa. O time vai melhorar. O que as pessoas precisam entender é que não se monta um elenco campeão, com padrão de jogo, em quatro meses”, justificou.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Mário Gobbi veste a camisa da paciência no processo de reformulação do elenco corintiano
Na tentativa de acelerar o processo de estruturação do Corinthians, o presidente espera dar a Mano Menezes mais um zagueiro e um atacante. Ele negou interesse em Jonas, do Valencia, e disse que Rafael Sobis, do Fluminense, “seria muito bem-vindo”. “Mas acho difícil que seja liberado”, ressalvou, acrescentando que Diego Tardelli, do Atlético-MG, “é impagável”.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade