Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Há seis jogos sem vencer, Victor alerta: “Será difícil conseguir algo"

Belo Horizonte (MG)

A crise está instaurada no Atlético-MG. Depois de ser eliminado pelo Atlético-Nacional, da Colômbia, na Libertadores, e perder o título estadual para o maior rival, a equipe agora comandada por Levir Culpi chegou neste domingo ao sexto jogo sem vencer na temporada, sendo derrotada pelo Goiás, por 1 a 0, na Arena Independência. O resultado serviu para o goleiro Victor alertar os seus companheiros.

Herói da conquista da Libertadores na temporada passada, o goleiro evitou uma derrota ainda pior neste domingo, quando a equipe atleticana foi intensamente vaiada pela torcida no final do jogo na Arena Independência. Ciente do desempenho ruim diante do Goiás, Victor afirmou que, se não houver uma mudança de postura, o Galo não brigará por títulos neste ano.

“Desta forma que estamos jogando vai ser difícil conseguir algo no campeonato. Temos que procurar analisar, fazer nossa crítica sobre onde podemos evoluir, porque potencial para isso a nossa equipe tem. Ninguém desaprendeu a jogar futebol, a maioria do time que conquistou a Libertadores está aqui. Precisamos retomar o nosso futebol, evoluir, porque agora a nossa vida é o Campeonato Brasileiro”, alertou.

Bruno Cantini/CAM
O goleiro do Galo, que salvou o time de um resultado ainda pior, mostrou preocupação com o futuro na temporada
Entre os pontos destacados como possíveis melhorias, Victor alerta para o emocional da equipe, que vem mostrando muito nervosismo em campo, principalmente diante da cobrança da torcida. As decepções seguidas na temporada podem ter atrapalhado o lado psicológico do time atleticano, que já tem um compromisso bem complicado na próxima rodada da competição nacional.

Para espantar a crise que ronda a Cidade do Galo, o time comandado por Levir Culpi recebe o Cruzeiro no próximo domingo, novamente na Arena Independência, o que pode ser a oportunidade perfeita para a volta por cima. “Estamos entrando na pilha do torcedor, errando por nervosismo. Temos que aproveitar essa semana cheia para saber onde estamos erramos. É um jogo complicado, pois no clássico os jogadores têm um ânimo diferentes, mas temos que derrotar o adversário”.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade