Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Henrique diz que recusou Fla e outros cinco para jogar no Palmeiras

William Correia São Paulo (SP)

Na semana em que foi oficializada a saída de Alan Kardec para o São Paulo, Henrique chegou avisando que preferiu o Palmeiras. O ex-atacante da Portuguesa tinha acordo encaminhado com o Flamengo, mas relata que outros cinco clubes o quiseram e, mesmo assim, optou por vestir verde e assinar contrato até dezembro.

“Eu tinha outras opções, apareceram seis clubes interessados no meu futebol e o Flamengo era um deles. Quando meu empresário me deu as opções entre Flamengo e Palmeiras, preferi o Palmeiras”, disse o jogador de 24 anos, com direitos econômicos vinculados ao Mirassol.

“Escolhi o Palmeiras pelo trabalho realizado aqui por jogadores e comissão técnica, porque também sou de São Paulo e pela torcida. Tive a oportunidade de jogar duas vezes contra e via a força da torcida, empurrando o time do primeiro ao último minuto”, continuou o novo camisa 19 do Verdão.

Com documentação regularizada, Henrique pode ter como adversário de sua estreia no clube, coincidentemente, o Flamengo, rival do Palmeiras no domingo, no Maracanã. Ter do outro lado uma camisa que recusou, contudo, não é considerado um problema.

“Vai ser um jogo normal. Se eu estrear, quero estrear muito bem. Do meu lado, não vejo nenhum problema porque tinham várias outras opções e optei por defender as cores do Palmeiras. Se eu jogar, quero tentar fazer o meu melhor”, disse o reforço, apresentado nesta quinta-feira e que tem boas chances até de ser titular no fim de semana.

Para garantir tranquilidade, o autor de sete gols no último Paulista até lembrou que, no ano passado, estreou no Brasileiro pelo Santos exatamente contra o Flamengo, no empate sem gols pela primeira rodada que marcou a despedida de Neymar. “Agora, pode acontecer de novo, no Maracanã, o que é o sonho de todo jogador. Se acontecer, que seja uma estreia muito boa”, projetou.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Na semana em que anunciou a ida de Kardec ao São Paulo, Nobre apresentou reforço que abriu mão do Flamengo

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade