Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Henrique iguala gols de Kardec no ano e agradece recepção do elenco

William Correia São Paulo (SP)

O gol que fechou a vitória por 2 a 0 sobre o Goiás gerou uma certeza no Palmeiras: a sombra de Alan Kardec não atrapalha o início de Henrique. O centroavante, contratado inicialmente para ser reserva, balançou as redes em todos os três jogos que fez pelo clube e agradece aos colegas pelo desempenho.

“Meus companheiros têm me ajudado, cheguei sendo bem recebido e isso faz muita diferença. Vim para o Palmeiras com o pensamento de fazer o meu trabalho e Deus vem me abençoando”, disse o jogador, que começou a treinar na Academia de Futebol somente há duas semanas.

Com os sete gols que fez pela Portuguesa no Campeonato Paulista e os três que marcou no Verdão, Henrique já balançou as redes em 2014 tantas vezes quanto Alan Kardec, que se acertou com o São Paulo após frustrante tentativa de renovação. Assim, o novo goleador comprovou que um time grande não pode ser dependente de só um jogador.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Henrique chegou ao Palmeiras para substituir Alan Kardec, que se transferiu para o São Paulo

“Independentemente de o Alan Kardec estar aqui ou não, vim para procurar meu espaço. Faço meu trabalho. O Palmeiras é muito grande pra depender apenas de um jogador. Quem está em campo tem que dar o seu melhor para conseguir os objetivos”, simplificou Henrique, confiante de que continuará mostrando em campo que sua missão não o intimida.

“Venho trabalhando há um bom tempo e vim muito tranquilo. Sabia a responsabilidade que era, não é o primeiro clube que venho tendo que substituir o artilheiro, mas é a primeira vez em um clube grande como o Palmeiras. Espero continuar assim, com pés no chão, humildade e trabalho. Independentemente de eu fazer gol, o importante é o Palmeiras estar vencendo e conseguir uma classificação melhor”, falou o atleta, que tem contrato até dezembro.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade