Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Horta pode lançar candidatura para "embolar" eleições do Vasco

Rio de Janeiro (RJ)

Previstas para o meio deste ano, as eleições presidenciais do Vasco ainda não têm data certa para acontecer, mas a movimentação política ganhou importante fator esta semana. Desde segunda-feira que Fernando Horta, presidente da escola de samba Unidos da Tijuca, vem falando a amigos que deverá lançar a sua candidatura à presidência do clube. O nome de Horta é visto como um dos mais fortes nos bastidores de São Januário e capaz de mobilizar muitos vascaínos ilustres.

Fernando Horta nega que já seja candidato no Vasco e garante que vai esperar a definição da data da eleição para se posicionar, assim como a investigação sobre a inclusão de sócios nos últimos meses apenas com o objetivo de beneficiar uma candidatura. Porém, mal sinalizou a possibilidade de concorrer o empresário já recebeu intenções de apoio por parte de figuras importantes do clube, como José Carlos Osório (ex-presidente do Conselho Deliberativo), Pedro Valente (ex-vice-presidente médico), Hércules Figueiredo (ex-presidente do Conselho Fiscal) e José Henrique Coelho (ex-vice-presidente de marketing), que chegou a ter seu nome cogitado no pleito. Além deles, o ex-jogador Edmundo também apoiaria abertamente a candidatura de Horta.

Atualmente a eleição no Vasco tem como grande favorito o principal nome de oposição, o ex-presidente Eurico Miranda. O atual presidente, Roberto Dinamite, não tentará novo mandato e deverá sinalizar apoio ao candidato lançado por seus conselheiros, o coronel reformado do Exército Tadeu Correia da Silva. Pela oposição ainda participam Nelson Rocha, candidato do “Vira Vasco”, composto por conselheiros e por antigos vice-presidentes, e Roberto Monteiro, vice-presidente do Conselho Deliberativo do Vasco e que já foi presidente da torcida Força Jovem.

Marcelo Sadio/vasco.com.br
Atual presidente Dinamite não tentará reeleição; Situação pode mudar estratégia caso Horta entre no pleito
No cenário atual Eurico deve ganhar a eleição com relativa tranquilidade, mas com Horta no pleito a vida do ex-deputado começa a se complicar, porque a chance de o presidente da Unidos da Tijuca sair vitorioso é considerável. Isso sem falar que outros candidatos podem desistir em favor de Horta, que é visto com bons olhos até mesmo por Dinamite.

Nos bastidores da Colina há quem garanta que Eurico inclusive estaria agindo nos bastidores para impedir a candidatura de Horta. Para isso estaria contando com alguns amigos em comum do possível concorrente para poder convencê-lo a não entrar nesta eleição.

A definição sobre a data da eleição do Vasco deve acontecer até o fim deste mês e o pleito deve ser em julho. Até a próxima semana, Fernando Horta deve anunciar se vai ou não ser candidato e essa decisão é essencial para as disputas de bastidores em São Januário.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade