Futebol/Campeonato Brasileiro Série A - ( - Atualizado )

Jackson não vê fraqueza no ataque do Goiás: "Tem nos ajudado"

Goiânia (GO)

Detentor do quarto posto no Campeonato Brasileiro da Série A, com sete pontos somados, o Goiás se vê em um dilema. Ao passo que sua defesa ainda não sofreu gols em três jogos, seu ataque, motivo de protesto dos torcedores, balançou a rede em apenas duas oportunidades. Porém, na visão do zagueiro Jackson, o sistema defensivo esmeraldino não é um motivo de preocupação, tampouco fraqueza.

“O ataque não é nosso pronto fraco. Ele tem nos ajudado muito na marcação, além de fazer a recomposição de maneira rápida. Isso é fundamental. Além disto, o importante é o resultado e não quem faz os gols. Nós ‘lá de trás’ também podemos marcar, assim como Amaral e David fizeram até o momento”, sintetizou.

Motivado pelo triunfo sobre o Atlético-MG, no estádio Independência, pelo placar de 1 a 0, Jackson espera que o sucesso se repita no duelo contra o Palmeiras, neste fim de semana: “Dá para tirar proveito da situação do nosso oponente, que perdeu o Alan Kardec recentemente. Por jogarem em casa, também estarão mais pressionados. Eles têm a obrigação de vencer e podemos nos beneficiar disto”, ressaltou.

O compromisso entre paulistas e goianos ocorre neste sábado, às 18h30 (de Brasília), no Estádio do Pacaembu, em São Paulo. Na ocasião, o técnico Ricardo Drubscky não poderá contar com o meia Tiago Real, que está emprestado pelo Verdão à equipe do Centro-Oeste. Assim, João Paulo deve ser seu substituto no setor de armação.

Rosiron Rodrigues/Goiás EC
“Dá para tirar proveito da situação do nosso oponente, que perdeu o Kardec recentemente", projetou Jackson

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade