Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Jayme faz mistério sobre escalação para o jogo contra o Palmeiras

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

Quem compareceu ao treino do Flamengo na manhã desta quinta-feira pensando que descobriria a escalação para o jogo contra o Palmeiras deixou o Ninho do Urubu decepcionado. Isso porque o técnico Jayme de Almeida abusou do mistério sobre a formação que vai usar no duelo deste domingo, às 16h(de Brasília), no Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ), pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. Com apenas um ponto conquistado, o Rubro-Negro precisa de um resultado positivo para deixar a zona de rebaixamento e evitar entrar em crise.

Durante a atividade, Jayme dividiu o grupo em três, com nove jogadores atuando em cada time. O fato impediu que a escalação para domingo fosse percebida. Algo até normal em se tratando de um cenário que o próprio treinador ainda não optou pelo melhor caminho. Para este compromisso, Jayme não poderá contar com Leonardo Moura, expulso na derrota de 2 a 0 para o Corinthians. O reserva imediato, se submeteu a uma cirurgia no tendão do tornozelo direito e só volta depois da Copa, é possível que o treinador apele para improvisar no posto. Quanto a isso, pelo posicionamento visto até aqui, as maiores chances são para que o volante Luiz Antonio seja o escolhido para o setor, o que já aconteceu em necessidades anteriores.

O deslocamento de Luiz Antonio para a lateral abre uma vaga no meio-de-campo. Naturalmente o posto seria preenchido por Everton, que não participou da derrota para o Corinthians por conta de um desconforto no músculo posterior da coxa direita. O jogador já está recuperado, mas Jayme deverá usá-lo no posto do lateral esquerdo João Paulo, com André Santos, que atuou no meio no domingo, retornando para a lateral.

Assim, a vaga no meio continua em aberto. Jayme vem elogiando muito Nixon e pode acabar dando mais uma oportunidade ao atacante, que formaria trio de frente com Paulinho e Alecsandro. Neste cenário, o esquema passaria a ser o 4-3-3, que o próprio treinador deu a entender que pode usar em partidas no Rio de Janeiro.

Pesa a favor deste esquema os problemas médicos que Jayme tem no meio. Elano, que se recupera de estiramento muscular na coxa direita sofrido no início do mês, e Gabriel, com incômodo na coxa direita, não poderão atuar. O primeiro já está na transição entre departamento médico e preparação física. O argentino Lucas Mugni está vivendo um momento de muita irregularidade para Jayme e seu aproveitamento desde o início é pouco provável. Usar mais um volante, como Muralha, por exemplo, seria tornar o time muito ofensivo como anfitrião, algo que incomoda aos torcedores e ao próprio Jayme.

Sem uma definição ainda, aumenta a expectativa para o treino previsto para a manhã desta sexta-feira, novamente no Ninho do Urubu e que pode trazer um pouco mais de definições. Certeza apenas é que Jayme mais uma vez não terá o zagueiro Chicão, com dores na coxa direita, e nem o atacante Hernane, com dores nas costas. A boa notícia é que o zagueiro Marcelo, que se destacou pelo Volta Redonda no Campeonato Carioca, e o atacante Arthur, campeão paranaense pelo Londrina, tiveram suas documentações regularizadas na CBF e poderão enfrentar o Palmeiras. Ambos devem começar no banco.

Divulgação/Site Oficial
Jayme ainda não definiu qual será o time para o jogo contra o Palmeiras

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade