Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Jogador do São Paulo comemora distância da Arena da Baixada

Helder Júnior São Paulo (SP)

Campeão da Copa Libertadores da América de 2005 sem precisar enfrentar o Atlético-PR na Arena da Baixada (atuou no Beira-Rio, em função de veto da Conmebol), o São Paulo também não irá ao estádio de Curitiba para jogar contra o adversário pelo Campeonato Brasileiro. A partida desta quarta-feira foi transferida para o Parque do Sabiá, em Uberlândia, porque a casa do adversário está cedida à Fifa para a realização da Copa do Mundo.

O lateral direito Douglas gostou da notícia. “Foi bom. A torcida do Atlético tem peso lá. Será um campo neutro agora”, sorriu, lembrando que o São Paulo poderá atrair o seu público para o Parque do Sabiá. “Foi assim contra o Cruzeiro (empate por 1 a 1 na segunda rodada, também em Uberlândia). Havia torcida a nosso favor lá, o que é gratificante e nos motiva a buscar os três pontos. Temos tudo para conseguir a vitória.”

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Douglas gostou de não enfrentar o Atlético-PR na Arena da Baixada, onde o São Paulo tem retrospecto ruim
A confiança de Douglas, no entanto, não significa desrespeito ao Atlético-PR, que soma 9 pontos e está no meio da tabela de classificação do Brasileiro. O jogador do São Paulo foi elogioso ao falar sobre o adversário, nesta terça-feira.

“O Atlético é uma equipe que conta com jogadores rápidos na frente e tem um contra-ataque forte. Devemos estar bem precavidos para não haver nenhuma surpresa”, alertou Douglas, otimista com a preparação do técnico Muricy Ramalho. “Tudo isso já foi treinado. Entraremos em campo prontos e com muita determinação”, garantiu.

A preocupação de Douglas com a Arena da Baixada não é sem motivo. Em 14 jogos disputados no estádio do Atlético-PR, o São Paulo perdeu nove e empatou cinco.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade