Futebol Internacional/Copa do Mundo - ( - Atualizado )

Lesão evolui e Diego Costa só poderá voltar às vésperas do Mundial

Madri (Espanha)

Depois de uma semana de expectativas para saber se jogaria a final da Liga dos Campeões pelo Atlético de Madri, o atacante hispânico-brasileiro Diego Costa passará pelo mesmo drama nos dias que antecedem a Copa do Mundo. Substituído aos nove minutos da decisão contra o Real Madrid, no sábado, o jogador sofreu uma pequena ruptura na coxa direita, segundo exames realizados nesta segunda-feira.

O tempo mínimo de recuperação estipulado pelos médicos é de 15 dias, e o jogador só poderá voltar três antes da estreia da seleção espanhola na Copa do Mundo. De fora do amistoso contra a Bolívia na próxima sexta, Diego Costa também não poderá jogar contra El Salvador no dia 7, na última partida preparatória da Espanha para a competição.

Diego Costa se contundiu inicialmente há mais de uma semana, ainda no duelo contra o Barcelona, pela última rodada do Campeonato Espanhol. O tempo de parada também era de 15 dias, mas o jogador não qus perder a final da Liga dos Campeões e acabou sendo escalado como titular do Atlético na decisão, após buscar um tratamento alternativo à base de placenta de éguas. No entanto, o esforço não deu certo e, sentindo a coxa, o atleta deixou o gramado com menos de dez minutos de jogo, o que acabou agravando o quadro.

O atacante do Atlético de Madri ainda não está garantido no Mundial. Diego Costa foi pré-convocado pela seleção espanhola, mas pode ficar de fora da lista dos 23 que de fato representarão o país na competição, já que o técnico da equipe, Vicente del Bosque, avisou recentemente que “só irá convoca quem estiver 100%”.

AFP
Com uma microrrotura na coxa direita, Diego Costa ficará parado por 15 dias e pode ser desfalque da Espanha na Copa

Atual campeã, a Espanha fará sua estreia na Copa do Mundo de 2014 no dia 13 de junho, diante da Holanda, na Fonte Nova, em Salvador.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade