Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

"Maior da história", Gilmar Dal Pozzo é demitido pela Chapecoense

Chapecó (SC)

Gilmar Dal Pozzo não é mais técnico da Chapecoense. Após sete partidas sem vitória, seis pelo Campeonato Brasileiro e uma pela Copa do Brasil, a demissão foi anunciada na manhã desta sexta. A diretoria lamentou decisão “difícil, mas necessária”. O treinador ficou a frente da Chape por 20 meses. Chegou em setembro de 2012, estreando com vitória por 4 a 0 sobre o Caxias, e conquistou o acesso para a Série B em 2012 e para a Série A, em 2013.

O presidente Sandro Pallaoro declarou que foi uma decisão difícil, pois os dirigentes admiram o trabalho de Dal Pozzo. “Ele era um cara comprometido com o clube, dificilmente conseguiremos alguém melhor. Ele foi o maior treinador da história do clube”, afirmou.

Divulgação
Após sete partidas sem vencer, demissão do técnico Gilmar Dal Pozzo é anunciada nesta sexta

O gerente de futebol Cadu Gaúcho disse que talvez não seja a melhor decisão, mas com a situação, a mudança era necessária. Sobre o próximo comandante, Cadu afirmou que não pretende assumir como interino, e nomes como Doriva, Hélio dos Anjos e Argel Fucks são especulados para o cargo. “Faz três anos que o Argel vem sendo cotado para treinar a Chapecoense”, ressaltou o gerente.

Para a decisão, a alta cúpula do clube se reuniu no início da noite da última quinta, permanecendo por 2h30 em reunião para decidir se Dal Pozzo permaneceria ou não. A decisão foi tomada, mas a direção se reuniu novamente na manhã desta sexta, com o próprio Gilmar, antes de fazer o comunicado. Ele havia declarado que iria cumprir seu contrato até o fim, mas acabou aceitando a decisão.

A Chapecoense é lanterna do Brasileirão, com apenas dois pontos. O próximo confronto da equipe será contra o Palmeiras, no próximo domingo às 18h30, na Arena Condá, em partida válida pela sétima rodada da Série A.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade