Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Mano aprova contra-ataques contra o líder e compreensão da torcida

Marcos Guedes São Paulo (SP)

Há uma semana, Mano Menezes deixou o Canindé sob xingamentos de retranqueiro após o empate por 1 a 1 com o Atlético-PR, no qual o Corinthians esteve no ataque na maior parte do jogo. Na noite de quarta, no mesmo Canindé, com o time alvinegro contragolpeando o líder Cruzeiro e vencendo por 1 a 0, a Fiel fez a festa.

“O Cruzeiro é um adversário de nível mais alto. Vinha de vitória fora, está liderando, foi o campeão do ano passado e é um dos favoritos neste ano. Quem quiser vencer o campeonato vai ter que encontrá-lo no final e superá-lo”, afirmou o técnico, satisfeito com a colocação em prática do plano de jogo.

“Foi importante a resposta que a equipe deu em um momento como este. Você não vai ganhar jogando de igual para igual com este adversário neste momento. Tem que entender o momento, os estágios que as equipes atravessam. A característica com a qual jogamos foi o que mais me agradou”, acrescentou.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Mano Menezes aplaudiu o comportamento de seus jogadores no triunfo sobre o líder do Nacional
A bem da verdade, o Corinthians não se limitou a contra-atacar. A formação do Parque São Jorge frequentou o campo de frente, foi superior ao rival após o intervalo e, com o placar aberto aos 22 minutos da etapa final, conseguiu se manter perto do gol defendido por Fábio. A reação da torcida foi boa.

“Hoje, foi muito bonito ver o estádio entender isso. Foi a primeira vez que vivenciamos isso, o que é importante para o trabalho, para a equipe. O apoio que tivemos nos momentos difíceis tornou o Corinthians mais forte. Era o que eu tinha pregado na véspera do jogo”, concluiu Mano.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade