Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Mano se diz privilegiado e lamenta resultado em dia “inesquecível”

Marcos Guedes São Paulo (SP)

O técnico Mano Menezes fez a avaliação esperada do domingo que viveu no estádio do Corinthians. Ele se disse honrado por ser o primeiro treinador a dirigir a equipe em sua casa definitiva e lamentou que o resultado tenha sido a derrota por 1 a 0 para o Figueirense, com atuação decepcionante de seus comandados.

“Foi um privilégio ter vivido com todos os corintianos. Gostaríamos de ter conquistado uma vitória para que a festa fosse completa. Sem dúvida nenhuma, para o torcedor que passou o que passou, foi inesquecível”, afirmou o treinador, recordando as gozações anteriores com os alvinegros pelo fato de não ter uma casa própria.

Mesmo com o apoio das quase 37 mil pessoas que conseguiram ir ao estádio, o time produziu muito pouco. Sofreu para superar a marcação do Figueirense no primeiro tempo, levou um gol no início do segundo e, apesar da tentativa de pressão, não conseguiu seu primeiro gol em Itaquera.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Mano Menezes participou de uma jornada inesquecível de atuação pouco memorável
“Os estádios não jogam futebol. As equipes jogam futebol. A gente precisa avançar, ir qualificando. Já avançamos um pouco nessa reconstrução. Mas o que vai resolver é a equipe. E o torcedor se sentir identificado com essa equipe”, acrescentou o comandante.

De acordo com Mano, haverá pressão por resultados na nova casa, mas não se repetirá o cenário da inauguração. “Os próximos jogos (o time mandará seus jogos contra Atlético-PR e Cruzeiro no Canindé) serão completamente diferentes do que foi hoje. E todos serão, mesmo aqueles aqui.”

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade