Futebol/Copa 2014 - ( - Atualizado )

Marcelo se incomoda com pergunta e diz: "Não sou bonzinho"

Tossiro Neto Teresópolis (RJ)

Citado por todos da Seleção Brasileira como o maior brincalhão do grupo na Granja Comary, Marcelo não comprovou a fama por completo, nesta quinta-feira. Chamado à sala de imprensa, juntamente com Hernanes, o lateral esquerdo se incomodou e respondeu algumas perguntas de forma atravessada. Ou em sua língua.

Depois de fazer gracejos enquanto ouvia as respostas do volante - o primeiro a falar -, o jogador do Real Madrid mudou o semblante para ser entrevistado. E, ao ser questionado sobre o fato de o Brasil não formar um melhor do mundo desde Kaká (eleito em 2007), irritou-se.

"Olha só. Essa pergunta é tua? Tu acha que o Brasil não está formando craque? Porque acho sacanagem tu falar isso. Só ver nossa Seleção. Vários jogadores que não vieram e estão arrebentando. Não, não sei", disse, sem paciência também com a segunda questão feita pelo jornalista, que lhe pediu para opinar se seu clube tem um conjunto superior ao da Seleção.

"A segunda pergunta... É uma coisa totalmente diferente. O Real Madrid é um time. A Seleção Brasileira é uma seleção. Não tem nada a ver. É outra coisa, outra parada. É a única coisa que posso te responder, na moral. Na minha língua, é assim", respondeu, ao lado de um Hernanes quieto e claramente desconfortável com a situação.

Fernando Dantas/Gazeta Press
"Não tenho que ficar dando uma de bonzinho para a câmera", disse Marcelo, sem paciência
A reação de Marcelo, apontado por colegas como o mais engraçado entre os convocados, surpreendeu. Na mesma entrevista, porém, garantiu não ser diferente diante das câmeras.

"Eu não mudo. São as perguntas que vocês fazem. Se for engraçada, eu respondo (de modo) engraçado. Se não for, eu vou responder (de modo) sério. Minha alegria é a que eu tenho sempre, dentro e fora de campo, com minha família, com meus amigos, com quem eu não conheço, sempre respeitando o próximo. Mas quem me conhece sabe quem eu sou. Também não tenho que ficar dando uma de bonzinho para a câmera", justificou-se.

Descontentamento à parte, Marcelo, empolgado com a proximidade de sua primeira Copa do Mundo, também riu e fez jornalistas rirem durante sua entrevista. "Está na minha cara a alegria. A alegria de vir para a Seleção e disputar uma Copa no meu país. Assim que cheguei e vi meus companheiros, comecei a rir de alegria. Por isso é que estou sempre alegre", disse.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade