Futebol/Copa 2014 - ( - Atualizado )

Marcos lamenta por Cavalieri, mas acha justa lista de goleiros

Tossiro Neto São Paulo (SP)

Os três goleiros chamados por Luiz Felipe Scolari para a Copa do Mundo (Júlio César, Jefferson e Victor) foram aprovados por Marcos, que defendeu a meta brasileira no título mundial de 2002. Isso não significa, no entanto, que outros nomes não pudessem estar presente na lista principal, como Diego Cavalieri, do Fluminense.

"O Diego começou comigo no Palmeiras, e a gente torcia para ele", opina o ex-jogador. "Mas, independentemente de quem estivesse, alguém muito bom ia mesmo ficar de fora, como o Fábio (Cruzeiro), o Cássio (Corinthians)... Mas a Seleção está muito bem servida nessa posição".

Embora não esteja entre os 23 convocados, Cavalieri faz parte de uma segunda relação, com mais sete jogadores, que poderão fazer parte do grupo em caso de eventual corte na lista principal. O nome do goleiro do Fluminense já fez parte de três convocações (uma a mais do que Victor, do Atlético-MG) em um ano e meio de trabalho de Felipão na Seleção.

O certo é que a primeira opção para servir ao selecionado é Júlio César, atualmente no canadense Toronto. "Ele é o goleiro mais experiente que o Brasil tem no momento, por já ter disputado Copa do Mundo, Copa das Confederações, ter conquistado títulos e ser o homem de confiança do treinador. Apesar de não estar jogando em uma grande liga hoje em dia, tem todo esse respaldo pela experiência que conquistou tanto na Inter de Milão quanto na Seleção", avaliou Marcos.

AFP
Goleiro pentacampeão mundial torcia pelo amigo, mas gostou da lista (Crédito: Miguel Schincariol/AFP)
Victor e o botafoguense Jefferson (cinco vezes convocado por Felipão) agradam igualmente ao goleiro pentacampeão mundial, embora não possuam a mesma bagagem. "Eles foram chamados por merecimento, pela regularidade que eles vêm tendo ao longo dos anos, em seus clubes. Não têm tanta experiência assim em nível de Seleção, como o Júlio César, mas foram convocados por tudo o que fizeram", argumentou.

Os três goleiros mais os 20 jogadores de linha chamados começam a preparação na semana que vem, na Granja Comary, em Teresópolis. Um grupo forte, na opinião de Marcos, que faz coro ao senso comum de que a convocação da Copa deste ano foi uma das mais aceitas pela torcida.

"Foi uma boa convocação. Não tem questionamento. É claro que uns queriam um ou outro goleiro, outros queriam outro zagueiro ou meio-campo. Isso sempre vai existir, até porque tem muito jogador brasileiro bom que fica de fora, infelizmente. Se a gente tivesse condição de convocar duas seleções, poderia convocar todos", sugeriu o ex-goleiro e, hoje em dia, apenas mais um torcedor.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade