Futebol/Campeonato Brasileiro Série A - ( - Atualizado )

Marquinhos Gabriel dá a vitória ao Verdão e garante 100% de interino

Salvador (BA)

O Palmeiras ainda não conseguiu acertar com um treinador para o lugar de Gilson Kleina, mas o torcedor alviverde não parece preocupado com isso neste momento. Afinal, o interino Alberto Valentim chegou à terceira vitória consecutiva, mantendo 100% de aproveitamento no comando alviverde. Neste domingo, o triunfo foi sobre o Vitória, por 1 a 0, no Pituaçu, resultado que faz o clube do Palestra Itália fechar a rodada com o melhor time paulista.

Em um jogo muito truncado, o Palmeiras conseguiu alterar o marcador apenas com um chute de fora da área. Já no início do segundo tempo, Marquinhos Gabriel aproveitou a sobra de uma cobrança de escanteio, emendou a bomba de esquerda, contou com um desvio na zaga do Vitória e saiu para comemorar.

Com o triunfo deste domingo, o Palmeiras salta na tabela de classificação, chega aos nove pontos somados, assumindo a nona colocação. Na próxima rodada, para manter o embalo na competição, o Verdão recebe o Figueirense, mas jogará em Araraquara, na Fonte Luminosa. O jogo será realizado na quinta-feira.

Neste mesmo dia, o Vitória volta a campo tentando retomar o caminho dos triunfos. O Leão da Barra vai encarar o Atlético-MG, no Estádio Joia de Princesa, em Feira de Santana. Com a derrota deste domingo, o time baiano permaneceu com cinco pontos, apenas no 13º lugar da classificação.

Fabio Menotti/Palmeiras/Divulgação
O atacante Marquinhos Gabriel emendou um chute de fora da área e garantiu a vitória do Palmeiras em Salvador
O jogo - Na estreia de Carlos Amadeu, treinador interino escolhido para ocupar a vaga deixada por Ney Franco, os jogadores do Vitória começaram a partida em ritmo acelerado, tentando pressionar a saída de bola do Palmeiras. A zaga alviverde, por sua vez, contribuiu para o sucesso da estratégia rubro-negra, com erros seguidos ao tentar trocar passes no campo de defesa.

O zagueiro Lúcio perdeu a bola em duas ocasiões que tentou sair pelo chão, enquanto o volante Renato também entregou nos pés dos atacantes rubro-negros em uma das oportunidades. Ainda assim, os erros alviverdes não prejudicaram a equipe, já que o Vitória não mostrava força ofensiva. A única chance clara dos baianos foi aos 29, quando Marquinhos desviou para fora o cruzamento de Nino Paraíba.

Arte GE.Net
O ataque do Palmeiras também pouco funcionava. Henrique se apresentava dentro da área, mas era obrigado a trombar com os zagueiros adversários em todos os lances. O duelo com a marcação, aliás, rendeu algumas trocas de empurrões com Alemão ao longo do primeiro tempo. Marquinhos Gabriel e Diogo se esforçaram, mas nada fizeram para modificar o placar antes do intervalo.

O cenário não foi alterado na etapa complementar. Sendo assim, o gol só poderia sair em uma jogada de bola parada ou um chute de fora da área. O Palmeiras contou com os dois fatores para marcar. Mendieta cobrou escanteio, a zaga do Vitória afastou, Marquinhos Gabriel ficou com o rebote, bateu de perna esquerda e contou com um desvio na zaga para abrir o placar aos cinco minutos do segundo tempo.

O gol deixou a partida bem mais movimentada. O Vitória saiu para o jogo e exigiu boa defesa do garoto Fábio após chute de Caio dentro da área alviverde. O Palmeiras, por sua vez, não aceitou a pressão dos baianos, que passavam a deixar espaços na defesa. Sendo assim, os comandados de Alberto Valentim trabalharam a bola com tranquilidade no meio de campo para administrar o resultado.

Ciente dos espaços que tinha para contra-atacar, o treinador interino do Palmeiras modificou sua equipe. Mazinho ocupou a vaga de Marquinhos Gabriel, enquanto Tiago Alves teve que ser acionado depois que Wellington, improvisado na direita, se machucou. Ainda assim, o Verdão seguiu neutralizando os ataques do Vitória, garantindo a terceira vitória consecutiva de Alberto Valentim.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade