Futebol/Copa do Mundo - ( - Atualizado )

Messi deixa má fase do Barça de lado e "troca o chip" para Copa do Mundo

Buenos Aires (Argentina)

Ainda considerado por muitos como o melhor jogador do mundo, Lionel Messi sofreu um baque nesta temporada. Além de “perder” a Bola de Ouro da Fifa para Cristiano Ronaldo, ainda amargou uma jornada inteira sem levantar troféus, o que não acontecia desde a temporada 2007/08. Mas as próximas semanas podem mudar a carreira do craque, que vem ao Brasil liderar a Argentina na busca do tricampeonato mundial. Às vésperas da Copa do Mundo, La Pulga mostra otimismo e confiança no selecionado hermano.

“Não foi meu melhor ano. Gostaria de ter terminado (a temporada) de outra maneira, mas foi um pouco de todo o grupo, não só individualmente. Sinto que foi uma baixa de toda a equipe. Depois de um ano complicado, tivemos a possibilidade de ganhar o Campeonato Espanhol e nem isso conseguimos”, reconhece o craque, referindo-se ao empate em 1 a 1 com o Atlético de Madrid, no último sábado, que rendeu o título nacional justamente aos colchoneros.

AFP
Antes questionado na seleção, Messi cresceu na Argentina e marcou dez gols em 16 jogos das Eliminatórias
Apesar do mau momento do time catalão e da cobrança sobre Messi crescer à medida que a Copa se aproxima, o atacante deixa os problemas do Barcelona de lado para se concentrar no principal torneio de futebol do mundo. “Tenho que pensar no que está vindo”, lembra. “Agora é preciso trocar o chip. Muitas vezes lembro que não aconteciam coisas boas comigo na seleção e quando ia ao Barcelona jogava bem. Espero que desta vez seja o contrário. Quando encontrar meus companheiros, meus amigos, vou mudar a cabeça e será outra história”, promete.

O jogador está em solo argentino e descansará por alguns dias antes de se juntar à seleção para dar início à preparação para a Copa do Mundo. Expoente do setor ofensivo da equipe, Messi é a grande esperança alviceleste para a conquista do Tri, e a caminhada começa no dia 15 de junho, quando estreia contra a Bósnia no Marcanã.

Esta temporada, porém, realmente ficou longe de ser uma das melhores do Barcelona nos últimos anos, e reflexo direto do insucesso da equipe é a má fase de Messi. O craque argentino foi alvo de críticas da torcida blaugrana e chegou a insinuar que, se o clube assim quisesse, ele sairia.

Mas o atrito parece ter terminado na última segunda-feira, quando o camisa 10 renovou mais uma vez seu contrato ao firmar o maior acordo do futebol mundial. Segundo o jornal El País, ele reclamou aumento após a milionária chegada de Neymar à Catalunha e teve seu pedido aceito: vai receber 20 milhões de euros por ano.

AFP
Insatisfeito com a má campanha do Barça, Messi concentra as forças na Copa do Mundo (foto: Lluis Gene)

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade