Futebol/Copa do Mundo 2014 - ( - Atualizado )

MPT ameaça interditar as obras da Arena Corinthians

São Paulo (SP)

O Ministério Público do Trabalho constatou irregularidades nas obras da Arena Corinthians, durante vistoria realizada na manhã desta quinta-feira. Os fiscais do órgão público apontaram problemas na movimentação de cargas e jornada excessiva de trabalho dos operários nas partes atrasadas da obra – como a instalação das arquibancadas móveis. Situadas nos setores Norte e Sul do estádio, as irregularidades podem forçar uma nova interdição das obras, mas a primeira partida oficial, contra o Figueirense, no próximo domingo, está confirmada.

Os representantes do MPT disseram que o ex-presidente do Corinthians e atual administrador do estádio, Andrés Sanchez, se comprometera a resolver os problemas, já apontados em vistoria anterior. Presente no Itaquerão durante a visita desta quinta, o dirigente corintiano não se pronunciou, mas, de acordo com os fiscais, novamente se dispôs a resolver as irregularidades.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Operário trabalha no entorno do estádio, que não terá 100% da obra concluída até a abertura da Copa
Por ora, o Ministério Público do Trabalho não pedirá a paralisação das obras. Mas isso pode ocorrer daqui a 15 dias, quando o órgão fará nova visita à Arena Corinthians. Nesta data, o estádio que sediará a abertura da Copa do Mundo, no jogo entre Brasil e Croácia, dia 12 de junho, já estará sob a responsabilidade da Fifa.

Domingo, o Timão enfrenta o Figueirense pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. Um dos alvos do problema, as arquibancadas móveis não será utilizadas, a exemplo do que ocorreu no último sábado, durante o evento-teste que reuniu ex-jogadores do Corinthians e o volante Elias.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade