Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Muricy acena com volta de esquema tático antigo e se contraria

Tossiro Neto São Paulo (SP)

Pode ter durado apenas três partidas o esquema tático do São Paulo com dois meias. Na quarta-feira, Muricy Ramalho comandou uma atividade não muito esclarecedora, com 11 jogadores de linha, mas que sugeriu a volta da formação antiga, com somente um armador e três atacantes.

No trabalho com os prováveis titulares, o meia Boschilia, titular nos últimos três jogos, treinou entre os reservas, ao contrário de Osvaldo e Pabon, que deixaram o time de suplentes e devem disputar uma vaga na escalação inicial do duelo de sábado, contra o Coritiba, no Pacaembu, juntamente com Alexandre Pato e Luis Fabiano.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Treinador são-paulino prepara retorno do esquema com somente um armador e três homens de frente
Talvez seja cedo para confirmar a mudança no desenho do time, mas é certo, ao menos, que Muricy observa novas possibilidades táticas depois de ter somado quatro pontos em duas rodadas no Campeonato Brasileiro (o último deles, com um contestado gol de empate no final, contra o Cruzeiro) e ter perdido para o CRB, de virada, na Copa do Brasil.

O curioso é que, antes da partida contra a equipe mineira, o treinador deu a entender, mesmo que sem muita convicção, que levaria adiante o 4-4-2. "Tem que dar confiança, senão fica mudando demais", justificou, no mesmo dia em que se mostrou favorável a variações dentro das partidas. Variações que o zagueiro Antônio Carlos, vendo lá de trás, acha positivas.

"Cada jogo é um jogo. O adversário pode ser mais defensivo como pode querer tentar um gol no início", disse o defensor, que discorda de quem vê o São Paulo oscilando. "Não vejo ninguém jogando melhor do que a gente. Jogamos contra o Botafogo, depois de 15 dias treinando, e fizemos 3 a 0. Depois, fizemos uma viagem desgastante a Maceió, com campo pesado, e o Rodrigo Caio acabou sendo expulso, daí veio o tropeço", opinou.

Uma alteração certa - e que não mexerá no desenho final da equipe - é a entrada de Luis Ricardo no lugar de Douglas. O lateral direito titular sofreu um estiramento no músculo reto femoral da coxa esquerda, em Uberlândia, e ficará três semanas em recuperação. A outra opção para substituí-lo seria o garoto Auro, de 18 anos, mas o ex-lateral da Portuguesa já ficou entre os titulares na quarta-feira.

Com quatro pontos no Brasileiro, o São Paulo receberá o Coritiba às 18h30 (de Brasília), no Pacaembu. O confronto não será no Morumbi, porque o estádio foi alugado pela diretoria para a realização de um show musical, motivo pelo qual as duas partidas seguintes também foram realocadas.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade