Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Muricy dá bronca em Boschilia após apito final: "Aqui não é Cotia"

Barueri (SP)

O São Paulo tinha acabado de alcançar o empate com o São Paulo após um bom desempenho no segundo tempo, mas Muricy Ramalho perdeu a paciência com Boschilia. O técnico partiu para cima do meia de 18 anos depois do apito final e teve até que ser contido por Paulo Henrique Ganso enquanto dava a bronca no garoto.

Nem o banho que tomou nos vestiários da Arena Barueri acalmou o treinador. Mais de meia hora depois do fim do clássico, Muricy aumentou o tom de sua vez durante a entrevista coletiva ao comentar a irritação com o jogador.

“Aqui não é juvenil, não é amador. É profissional. Se mando fazer, tem que fazer. Ele não está em Cotia, está na Barra Funda. O negócio aqui é muito grande. O pessoal que vem de lá de Cotia tem que entrar mais concentrado. Não pode entrar mais ou menos, tem que entrar ligado”, esbravejou o técnico.

A desobediência de Boschilia foi na marcação a Fagner. O jogador entrou no lugar de Osvaldo, que não acompanhou o lateral direito no lance do gol corintiano. Fagner abriu o placar percorrendo todo o campo. “Tomamos gol por causa daquela função. Ele estava lá do outro lado com o Pabon fazendo o quê?!”, indignou-se Muricy.

No momento da bronca, coube a Ganso, que já discutiu publicamente com o chefe, conter Muricy, que gritava com o garoto que até tentou argumentar, mas logo se calou ao ser abraçado pelo colega.

“O Boschilia tem muita qualidade e muito a aprender, e vai aprender. É um garoto ainda, jogando um clássico, é diferente. Foi só uma bronca de jogo, mas estavam todos ali e tirei o Muricy para falar no vestiário, com mais calma. Fui dar uma tranquilizada”, explicou Ganso.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Técnico perdeu a paciência e deu bronca em campo no jogador de 18 anos mesmo após apito final

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade