Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Na Espanha, torcedora imita macaco para jogador marfinense

São Paulo (SP)

O racismo continua presente nas arquibancadas de jogos do futebol espanhol. Neste domingo, o fato ocorreu na terceira divisão do país. Uma torcedora do Llagostera imitou um macaco para o marfinense Mamadou Koné, do Racing Santander.

Através das redes sociais, a vítima do ato colocou uma foto da torcedora e evitou prolongar a polêmica: “A respeito desta senhora, melhor não falar nada... Já se retrata por si só".

A diretoria do Llagostera emitiu um comunicado lamentando o fato em seu estádio. "O clube condena todo tipo de racismo e pede desculpas aos que se sentiram atingidos com a atitude. O clube já trabalha para identificar a torcedora, que não é sócia do clube, e proibir sua entrada no estádio", escreveu.

O futebol espanhol está se notabilizando por problemas seguidos de racismo. No fim de abril, Daniel Alves comeu uma banana jogada por torcedores do Villarreal. Alguns dias depois, o atacante Diop, do Levante, dançou para torcedores do Atlético de Madri após ser provocado.

 

 



 

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade