Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Não vejo um meia na Seleção com o talento do Ganso, diz Osvaldo

Vítor Dalseno, especial para a GE.Net São Paulo (SP)

As boas atuações de Paulo Henrique Ganso pelo São Paulo nos dois últimos jogos – empate contra o Corinthians e vitória sobre o Flamengo – reacenderam os questionamentos sobre a ausência do meio-campista na Seleção Brasileira. Companheiro de quarto do camisa 10 tricolor, o atacante Osvaldo acredita que Ganso merecia estar entre os 23 convocados do técnico Luiz Felipe Scolari para a Copa do Mundo.

“Quando ele surgiu no Santos, perto da última Copa (de 2010), estava muito bem e bateu na trave. No São Paulo, ele teve um momento difícil como todos – problemas de lesão o atrapalharam -, mas agora está voltando a ser o Ganso que todo mundo quer. Eu não vejo nenhum meia na Seleção com o talento que o Ganso tem. Acho que está faltando um cara que pense mais, que enfie a bola. Os meio-campistas do Brasil têm a característica de carregar a bola”, disse Osvaldo em entrevista coletiva concedida nesta segunda-feira, no CT da Barra Funda.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Junto com os titulares, Ganso realizou trabalho regenerativo na piscina do CT nesta segunda-feira
O atacante são-paulino acredita que a partida contra o Coritiba – quando Ganso começou no banco de reservas e deu assistência para Ademilson – foi decisiva para a melhora do camisa 10. Na ocasião, o meia questionou as mudanças táticas promovidas por Muricy Ramalho, em entrevista após o jogo.

“Na partida em que ele ficou no banco, procurou entrar e mostrar que deveria ser o titular. Eu vejo da mesma maneira: quando estou no banco e entro, penso que preciso provar que o treinador está errado. Também faz tempo que o Ganso não se machuca, e isso ajuda bastante”, afirmou Osvaldo.

Responsável pelo passe que originou o primeiro gol de Ganso contra o Flamengo, o atacante são-paulino citou a cobrança de Muricy para tentar explicar um acontecimento raro: a artilharia do camisa 10 em uma partida.

“Em todas as palestras, o Muricy cita essa situação do Ganso: ‘Você tem que entrar na área, fazer gol...’ Quando ele (Ganso) me viu com a bola, entrou bem (na área) e eu consegui enxergá-lo”, declarou.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade