Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Neymar se diz "favela" e afirma não gostar de "coisas chiques"

Bruno Núñez, especial para a GE.net São Paulo (SP)

Convidado para um bate-papo online com torcedores e profissionais da imprensa, o atacante Neymar revelou nesta segunda-feira ser bem humilde, não sendo fã da vida sofisticada na Europa. Apesar disso, o jogador curte o cotidiano mais calmo em Barcelona, mas com saudade das "Neymarzetes" que o perseguiam no Brasil.

“Sou um cara bem ‘favela’, pois não consigo me acostumar com essas ‘coisas chiques’ europeias. Eu prefiro meu pagode e meus amigos”, explicou Neymar aos internautas que acompanhavam a entrevista.

Fã da vida simples, segundo o próprio jogador, Neymar aproveita para curtir roteiros de uma pessoa normal em Barcelona: “Aqui existe assédio, mas eu vou ao cinema tranquilo, assim como também ia no Brasil”.

Em contraponto, o jogador sente falta das Neymarzetes, grupo de fãs que seguia o atleta no Brasil. “Elas fazem falta. A euforia nos treinos e nos aeroportos era bem legal, mas ela podem se acalmar porque eu estou chegando”, avisou o craque.

Neymar ainda revela que pretende repetir o atacante Ronaldo, que utilizou um penteado “Cascão” na Copa de 2002, quando foi artilheiro e campeão. “Estou pensando em fazer um cabelo diferente, tomara que dê sorte”, sentenciou.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Morando em Barcelona, Neymar se diz "favela" e sente saudade das Neymazetes

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade